Rio Branco,

Prefeitura de Rio Branco recebe apoio de pastores que querem abertura das igrejas

Para Tião Bocalom, disse que o apoio dessas lideranças é muito importante para a gestão. “As igrejas são fundamentais no psicossocial da pessoa”.

Por Decom/PMMRB

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, recebeu, na manhã desta segunda-feira, 12, lideranças religiosas que prestaram apoio ao gestor no tocante a recomendação conjunta do Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) que tornou sem efeito o Decreto n° 792, assinado na sexta-feira, 9, que permitia missas e cultos na capital nos fins de semana, feriados e pontos facultativos.

Durante o encontro ficou acertada a criação de uma comissão, que elegeu um representante dessas lideranças, para fazer parte do Comitê Municipal de Enfrentamento e Combate à covid-19. O pastor José Ildson foi indicado pela maioria dos presentes e segundo o pastor, a ideia da igreja é sempre respeitar a decisão, mesmo não concordando.

“A gente quer estar mais próximo da tomada de decisões, para ajudar também, nesse debate”, explicou o pastor Ildson.

Para Tião Bocalom, o apoio dessas lideranças é muito importante para a gestão. “As igrejas são fundamentais no psicossocial da pessoa”, disse o prefeito.

O gestor disse ainda que quando se trabalha a alma e o espírito muda-se o comportamento das doenças. “É fato a mudança desse comportamento. As igrejas só têm a ajudar e não atrapalhar e espalhar o novo coronavírus”, finalizou o prefeito.

ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img