Rio Branco,

Porto Velho ultrapassa Manaus e se torna o epicentro da pandemia na Amazônia  

Por RONDONIAAOVIVO
Dados apresentados pelo Ministério Público de Rondônia através do Grupo de Atuação Especial Cível e de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Consumidor e da Saúde – GAECIV, apontou a cidade de Porto Velho (RO) como o foco da pandemia na região Norte do Brasil.

A capital de Rondônia, ultrapassou Manaus (AM) no quantitativo de mortos há cada cem mil habitantes. Vale destacar que a capital da Amazonas por dois momentos foi o epicentro da pandemia no país.

Os números apontados pelo MP/RO indicam que 408 pessoas morreram por cada cem mil habitantes em Porto Velho, enquanto Manaus registra 399 óbitos.




Os números apontados pelo MP/RO indicam que 408 pessoas morreram por cada cem mil habitantes em Porto Velho, enquanto Manaus registra 399 óbitos.

Fonte: https://susanalitico.saude.gov.br/extensions/covid-19_html/covid-19_html.html

Segunda no Brasil

Além ser o epicentro da pandemia na região Norte, a cidade de Porto Velho é a segunda no Brasil em numero de mortos por cem mil habitantes, ficando atrás apenas de Cuiabá, que registra 418 mortes.

Mesmo assim, a cidade segue com o afrouxamento das normas de distanciamento social, sendo permitindo a permanência de pessoas em lojas, bares e restaurantes todos os dias da semana.

Essa liberação pode afetar nas próximas semanas no índice de infecções e mortes por COVID-19 que nos últimos dias vem em descenso.

Neste último domingo (25) foram registrados oito óbitos por covid-19 no Estado, desses, cinco são do município de Porto Velho.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img