Rio Branco,

aaa

No AC, Unimed suspende pela 3ª vez cirurgias eletivas para garantir assistência a pacientes com Covid

AC 24 Horas
- Publicidade-

As cirurgias eletivas seguem suspensas no Acre para os beneficiários da Unimed por mais 30 dias. A unidade de saúde divulgou, nesta terça-feira (27), que os procedimentos ficam suspensos até o dia 27 de maio para garantir o atendimento de pacientes com Covid-19. Essa é a terceira vez que o prazo é prorrogado.

Os procedimentos estão suspensos desde o dia 14 de fevereiro. Na época, o estado acreano enfrentava dificuldades com oxigênio e a unidade de saúde informou que a suspensão era para também ter oferta do produto para os pacientes.

No documento, a Unimed destaca que a decisão atende ainda uma recomendação da 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Consumidor.

“Esta medida tem a finalidade de minimizar o risco de contágio dos beneficiários dentro das unidades hospitalares e à garantia dos direitos à vida, à saúde e à segurança dos beneficiários da Unimed”, acrescenta.

A nota diz também que a medida não se estende para procedimentos cirúrgicos cardiológicos, oncológicos, oftamológicos, de urgência e emergência e que necessitam de internações hospitalares.

“Tal ação é de extrema importância, uma vez que vivemos um momento de pandemia, momento este em que precisamos nos unir no combate à Covid-19 e prestar adequado tratamento aos nossos beneficiários”, conclui.

Covid-19 no Acre

O Acre registrou mais 224 casos de Covid-19 nessa segunda-feira (26), fazendo o número de infectados saltar para 76.971. O boletim diário da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) também contabiliza mais oito mortes pela doença, assim, o número de pessoas que perderam a vida para a Covid no estado sobe para 1.488.

O número de exames aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux caiu para 447. Há 287 pacientes internados, dos quais 272 possuem teste positivo para a Covid-19. Havia três pessoas na fila de espera por um leito de UTI.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 8.605,2 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 166, já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 1,9%.

Dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 90 estão ocupados, fazendo a taxa de ocupação se manter em 85%. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 80 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26.

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS