Rio Branco,

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Em três meses, foram registrados 1 milhão de mortes. Puxada pelo Brasil, região passou a Europa e é que a que mais registra óbitos por dia.

Por G1

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à piora da pandemia na América do Sul, principalmente por causa do Brasil, e também pela aceleração no número de óbitos na Ásia.

Em três meses, o mundo registrou 1 milhão de mortes – em 14 de janeiro, a Covid-19 atingiu a marca de 2 milhões de óbitos. Já a de 1 milhão de mortos foi registrada em 28 de setembro de 2020.

Em média, foram registrados 12 mil mortos por dia em todo o planeta na última semana, aproximando-se aos 14.500 óbitos diários do final de janeiro, no pico da pandemia. Além disso, cerca de 140 milhões de casos foram contabilizados no mundo desde o início da crise sanitária – atualmente, são 730 mil por dia, número em constante alta desde o fim de fevereiro.

Com 5,5% da população mundial, aAmérica do Sul concentra cerca de um terço das novas vítimas do novo coronavírus atualmente. O Brasil tem cerca de 2,7% dos habitantes do mundo e é responsável por cerca de um quarto de todas as novas mortes(veja mais abaixo).

Estados Unidos: 566 mil

Brasil: 368 mil

México: 211 mil

Índia: 175 mil

Reino Unido: 127 mil

Itália: 116 mil

Rússia: 103 mil

França: 100 mil

Alemanha: 79 mil

Espanha: 76 mil




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img