Rio Branco,

Caso Henry: advogado deixa defesa de Dr. Jairinho

Por O Antagonista

O escritório do advogado André Barreto anunciou na noite desta quarta-feira (14) que deixou a defesa de Dr. Jairinho no caso da morte do enteado do vereador, Henry Borel, 4 anos, que Jairinho é suspeito de torturar e matar.

Em nota, Barreto disse que, desde que assumiu o caso, o vereador e sua namorada Monique Medeiros, mãe de Henry, “a todo momento afirmaram a sua inocência” e que nesse contexto não havia impedimento para defender o casal em conjunto.

A decisão de deixar a defesa de Jairinho, diz o escritório, ocorreu depois que Monique contratou outro advogado, para “evitar eventuais conflitos de interesses”.

Mais cedo, como publicamos, a Justiça negou pedido do PSOL para que suspendesse o mandato do vereador na Câmara do Rio.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img