Rio Branco,

Capital continua com lotação máxima dos leitos de UTI enquanto em Cruzeiro do Sul taxa fica abaixo de 50%

Por G1 Acre

Boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) divulgado nesta sexta-feira (23) traz 164 novos casos de infecção por coronavírus e mais 7 mortes pela Covid-19. O número de infectados saltou de 76.212 para 76.376 e o total de mortes agora é de 1.465. Estado tem 11 pessoas na fila à espera de um leito de UTI.

A taxa de ocupação de leitos de UTI se mantém em 100% no Pronto-Socorro e Into-AC, onde funciona o hospital de campanha de Rio Branco. Mas, Cruzeiro do Sul segue em tendência de queda e, nesta sexta, atingiu a taxa de 46%. Questionado sobre a disponibilidade de vagas e pessoas na fila de espera por um leito de UTI, o setor de regulação do estado explicou que isso ocorre porque há “recusa da família ou pacientes sem condições de transporte”.




Nesta sexta, o governador Gladson Cameli manteve todo o Acre na fase vermelha, de emergência, mas flexibilizou o decreto permitindo o funcionando do comércio aos fins de semana e feriado.

Há 909 exames de RT-PCR aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. , enquanto 285 pessoas seguem internadas.

Dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 92 estão ocupados. A taxa de ocupação total no estado baixou para 87%, por causa de Cruzeiro do Sul, que vem apresentando melhora nos índices. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 80 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 8.456 casos para cada 100 mil habitantes. O Acre apresenta um coeficiente de mortalidade (óbitos por 100 mil habitantes) de 164 e de letalidade de 1,9%.

Números e mortes

Das 1.465 mortes registradas, 844 apresentavam algum tipo de comorbidade, segundo a Saúde, e outras 621, ou seja, 43% do total não tinham outras doenças. Do total de mortos, 854 eram homens e 611 mulheres. Do total de vítimas, 1.004 tinham acima de 60 anos.

Das 7 mortes confirmadas no boletim, três são homens e quatro mulheres de Rio Branco, Tarauacá e Sena Madureira.

Rio Branco

Morador de Rio Branco, de 41 anos, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), no dia 9 de abril, e morreu no dia 22 de abril.

Outro morador de Rio Branco, de 62 anos, deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), no dia 14 de abril e também morreu na quinta-feira (22).

Outra vítima da Covid-19 na capital é uma mulher de 63 anos. Ela deu entrada no Into-AC, no dia 6 de abril, e também morreu no dia 22.

Outra mulher de 62 anos, da capital, deu entrada no dia 4 de abril, no Into-AC e morreu dia 22.

Tarauacá

Um homem, de 39 anos, morador de Tarauacá, deu entrada no dia 14 de março, no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, e morreu no dia 24 de março.

Moradora de 62 anos, de Tarauacá, também morreu da doença. Ela deu entrada no dia 28 de março, no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, e morreu no dia 22 de abril.

Sena Madureira

A vítima da Covid-19 em Sena Madureira é um idosa de 75 anos. Ela deu entrada no dia 19 de abril, no Hospital João Câncio, e morreu no dia 21 de abril.

Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:

  • Assis Brasil – 1.886
  • Tarauacá – 1.434
  • Xapuri – 1.408
  • Santa Rosa – 1.181
  • Sena Madureira – 1.147




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img