Rio Branco,

Caixa não descarta antecipar mais parcelas do auxílio; entenda o calendário

Por UOL
O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, sugeriu hoje que o calendário de saques das três últimas parcelas do auxílio emergencial de 2021 também pode ser antecipado, assim como o da primeira, que começou a ser depositada no último dia 6 aos nascidos em janeiro que não recebem Bolsa Família.

Guimarães deixou claro, porém, que qualquer mudança no calendário de pagamentos das parcelas restantes dependerá de novas análises do ponto de vista operacional.

“A partir da avaliação do pagamento deste primeiro ciclo, poderemos também antecipar os pagamentos do ciclo 2, 3 e 4. Mas [vai ser] exatamente como fizemos agora: primeiro publicamos um calendário, vimos como era a dinâmica de pagamentos — tanto pela questão do aplicativo quanto de eventuais filas [nas agências] —, percebemos que estávamos muito bem, aí antecipamos “, afirmou.

A antecipação dos saques do auxílio já tinha sido anunciada ontem à noite pelo presidente da Caixa e posteriormente confirmada no site oficial do banco. Também foram adiantadas as datas de depósito para dois grupos de beneficiários: os nascidos em novembro e dezembro agora terão o dinheiro disponível em 28 e 29 de abril, respectivamente — um dia antes do previsto inicialmente.

Com a mudança, os nascidos em janeiro agora poderão sacar o valor do auxílio a partir de 30 de abril. O calendário da primeira parcela se estende até 17 de maio, quando será a vez dos nascidos em dezembro sacarem o dinheiro, se assim o quiserem.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img