Rio Branco,

Após 23 dias entubada e perder bebê, mulher que teve Covid-19 tem alta do Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul

Por Juruá Online

Mesmo trabalhando na linha de frente, o enfermeiro Anderson Amorim não imaginava viver a tristeza da Covid-19 tão de perto.

Ele passou por momentos bastantes complicados, pois recentemente, sua esposa, Ronessa Lima da Fonseca,32, que estava grávida, foi infectada pela doença e teve que ficar internada no hospital campanha de Cruzeiro do Sul por mais de 26 dias e ficou entubada por 23 dias na UTI, sendo que tiveram que fazer um parto induzido onde o recém-nascido acabou não resistindo e indo a óbito.

Mesmo com todos esses problemas, quarta -feira (15) sua esposa teve alta.
“Vivemos uma situação bem complicada. Nós viemos pra cá recentemente. Eu vim pra cidade porque passei em um concurso. Há mais ou menos quatro meses que estamos em Cruzeiro do Sul e infelizmente fomos infectados. A minha esposa acabou contraindo Covid e como estava gestante há 26 semanas, rapidamente ela evoluiu para a forma grave. Demos entrada na maternidade e infelizmente ela continuou a piorar e fomos encaminhados para o hospital de campanha e no mesmo dia ela chegou a ser entubada, passando 23 dias nessa condição, onde precisaram fazer a indução do parto e mesmo com toda a ajuda com a equipe, a criança no mesmo dia veio a óbito.

Anderson comemora a recuperação da saúde de sua esposa. Ele agradeceu o atendimento recebido pelos profissionais de saúde.

“Graças a Deus ela melhorou e agradeço bastante o apoio da maternidade e do Hospital de Campanha e ontem à tarde ela foi liberada, e está em processo de recuperação, porque ela ficou com algumas sequelas, como a questão dos movimento e da fala prejudicados. Mas está sendo realizado um trabalhado com fisioterapia” relatou o esposo.

Após ter alta do Hospital, Ronessa foi recepcionada por amigos e familiares na saída pra casa.

ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img