Rio Branco,

Advogado criminalista é mais uma vítima da Covid-19 no AC: ‘Hoje no céu só tem palavra a defesa’

Aos 44 anos, Armyson Lee não resistiu à doença e morreu na madrugada desta quinta-feira (8) no Into, em Rio Branco, quatro dias após dar entrada na UTI.

Por G1 AC

O advogado criminalista Armyson Lee Linhares de Carvalho, de 44 anos, foi mais uma vítima da Covid-19 no Acre. Ele não resistiu à doença e morreu na madrugada desta quinta-feira (8) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto de Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), o hospital de campanha de Rio Branco.

Ele estava desde o último domingo na UTI da unidade lutando contra a doença. Em uma publicação carregada de emoção, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil-Seccional Acre OAB-AC, Erick Venâncio, falou sobre a admiração que tinha pelo colega.

“Nessa madrugada Deus resolveu levar para o seu lado mais um dos bons. amigo, correto, disponível, aguerrido, destemido, apaixonado pela advocacia. Esse era Armyson Lee, a personificação do que chamamos de advogado raiz. A força da sua voz e da sua presença só não eram maiores do que a grandeza do seu coração. Não conheci ninguém mais solidário, mais disponível, mais altruísta, mais generoso, que Armyson Lee”, disse o presidente.

Venâncio completa falando sobre a falta que o advogado vai fazer. “Ele deixa não apenas o vazio da sua ausência física, que, sinceramente, não sei como suportaremos, mas, principalmente, de suas atitudes. Perdem seus amigos, perde a Justiça Criminal, perde a OAB, perde a Advocacia e o direito de defesa. Suba altivo e sem medo, irmão. Trajando sua beca negra e conclamando os ‘jurados de Deus’ a darem o seu veredito. Hoje no céu só tem palavra a Defesa.”

A OAB-AC emitiu uma nota lamentando o falecimento do advogado, que era conselheiro seccional e procurador de prerrogativas da autarquia.

“Armyson foi um dos mais combativos advogados criminalistas do Acre e intransigente defensor das prerrogativas profissionais da advocacia. Sua incessante dedicação à defesa da liberdade de atuação profissional dos advogados lhe rendeu o carinhoso apelido entre os colegas de ‘Samurai das Prerrogativas’. Todo o sistema OAB-AC roga a Deus que o receba de braços abertos no reino dos céus e conforte a família e os amigos.”




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img