Rio Branco,

Adolescente é suspeito de estuprar e tentar decapitar menina

Por Portal Imediato

Um adolescente de 16 anos de idade foi detido após ter sido encontrado na companhia de uma menina, também menor de idade, de 15 anos, que foi brutalmente estuprada e vítima de uma tentativa de decapitação. O fato ocorreu durante a tarde desta terça-feira (27), no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus.

De acordo com subtenente França, da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a versão dada pelo adolescente detido diz que, o mesmo estava a caminho da escola quando avistou uma bolsa feminina jogada em uma região de mata e decidiu averiguar a situação. No depoimento o adolescente diz ainda que ao adentrar o local avistou uma menina desmaiada, com sinais de estupro e o pescoço profundamente cortado.

Ainda segundo a 20ª Cicom, o menor disse que, após encontrar a vítima quase morta decidiu prestar ajuda e levar a menina à uma unidade de saúde. Sem acionar a polícia ou o SAMU, o adolescente levou a vítima ao hospital no próprio carro onde o mesmo dirigia, mesmo sendo menor de idade.

Ao dar entrada no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, a equipe médica desconfiou da situação e decidiu acionar a 20ª Cicom. Chegando ao local, a polícia deteve o adolescente que sustentou a versão de que ele apenas prestou ajuda ao encontrar a menina e que, mesmo sendo menor de idade, ele usa o carro da mãe autorizado pela própria.

A menor de 15 anos foi atendida e segue recebendo procedimentos clínicos para diminuir os prejuízos causados à saúde mental e física da vítima. A equipe médica do Platão Araújo confirmou que a adolescente foi vítima de estupro e de uma tentativa de decapitação.

O jovem que supostamente prestou socorro e levou a adolescente até a unidade de saúde foi encaminhado a Delegacia de Apurações de Atos Infracionais (DEAAI) onde permanece detido prestando depoimento. A mãe do menor também deve ser responsabilizada por liberar o carro para que o filho ainda adolescente dirija diariamente sem carteira nacional de habilitação (CNH).

A Polícia Civil deve investigar o caso.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img