Rio Branco,

Líder em vacinação, Israel reabre economia com “passaporte verde”

Por O Antagonista

Depois de vacinar 46% da população, o governo de Israel começou a flexibilizar as medidas de distanciamento social.

Todos os cidadãos imunizados no país receberam o chamado ‘passaporte verde’, que garante acesso a academias, locais de lazer, hotéis e teatros.

“Somos o primeiro país do mundo a se reerguer graças às milhões de doses de vacinas que encomendamos”, disse neste sábado o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

“Está vacinado? Pegue o seu “passaporte verde” e retome sua vida.”

O Ministério da Saúde de Israel informou que passará a vacinar contra a Covid-19 qualquer habitante do país com mais de 16 anos, como parte de uma rápida campanha na qual a maioria das pessoas mais idosas e vulneráveis já foi vacinada, registra o jornal britânico The Guardian.

A pasta comunicou aos profissionais de saúde que eles já podem começar a marcar consultas para essa faixa etária a partir desta quinta-feira (4).

Em discurso na TV na terça (2), o premiê Binyamin Netanyahu anunciou que 77% das pessoas com mais de 50 anos no país foram imunizadas, e a intenção do governo é que esse número suba para 90% em duas semanas.

Israel tem 9 milhões de habitantes, e um em cada três deles já recebeu pelo menos uma dose da vacina da Pfizer, proporção muito maior que em qualquer outro lugar.

Enquanto isso, no Brasil…




ÚLTIMAS