Rio Branco,

Agente socioeducativo acusado de atirar contra a polícia militar tem prisão preventiva decretada

Por Redação Ecos da Notícia

A justiça de Sena Madureira converteu a prisão em flagrante do Agente Socioeducativo, Deusimar Alves de Albuquerque, o Kiriri, em prisão preventiva, sob acusação de efetuar disparo de pistola contra uma guarnição da polícia militar, no bairro Cidade Nova, neste final de semana. A prisão deve ser cumprida na papudinha, em Rio Branco.

No dia da ocorrência, os policiais foram até a casa onde estava o agente para verificar uma denúncia de disparo de arma de fogo, ao avistar a PM, o acusado entrou para a residência e mesmo com a interferência de familiares efetuou um disparo que teria sido em direção aos policiais, mas não acertou ninguém.

Com ajuda de outra guarnição, os policiais conseguiram imobilizar Alves com o uso da Taser (arma menos letal), e apreenderam a arma de fogo, tipo pistola 380 municiada.

Após os procedimentos no hospital local, o socioeducador recebeu ordem de prisão. Detido na delegacia, somente neste sábado 27, Kiriri recebeu a decisão judicial de sua prisão preventiva a ser cumprida na conhecida papudinha, em Rio Branco. O juiz justificou a transferência do agente para a capital para garantir a integridade do mesmo. A família do acusado defende a permanência dele no presídio de Sena.




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img