Rio Branco,

Reestruturação do BB vai trazer desemprego no Acre, diz presidente do Sindicado dos Bancários

Por Kétila Cavalcante, Ecos da Notícia

O deputado Neném Almeida, que é presidente licenciado do Sindicato dos Bancários do Acre (SEEB/AC), disse nesta sexta-feira, 15, que a medida de reestruturação do Banco do Brasil, vai trazer graves prejuízos à economia do Estado.

“Haverá trabalhadores que perderão remuneração e outros empregos – e nós não cairemos sem lutar. Isso é revoltante”, contou.

No Estado do Acre, está previsto o fechamento de 3 agências, 3 postos e algumas agências serão transformadas em postos, isso vai acontecer em sete municípios.

Almeida diz que essa medida traz também um grande prejuízo para a população, que perderão atendimento em alguns municípios e nas demais agências o tempo de espera vai aumentar e a qualidade do atendimento vai diminuir.

“A discussão sobre o enxugamento da estrutura do BB passou a existir a partir de meados de 2020, mas ganhou força com a mudança da sua presidência em setembro do ano passado”, relatou.

As medidas anunciadas afirmam que a economia alcance R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025, de acordo com a nova diretoria.

O sindicato organizou um protesto com o uso da cor preta e o atraso de uma hora para o início de todas as atividades dos bancários. Além disso, está programada uma assembleia hoje às 16h para discutir as próximas ações da categoria.




ÚLTIMAS