Rio Branco,

Covid-19: “Não há a menor possibilidade de faltar seringas”, diz Pazuello

Por R7

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quinta-feira (7), durante participação na live semanal transmitida pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais que o Brasil “tem o maior plano de imunização do mundo”.

“Nós temos um histórico, porque vacinamos muito”, pontuou ele, que reafirmou a existência de 60 milhões de agulhas e seringas disponíveis nos Estados e municípios para iniciar a vacinação contra a covid-19 no Brasil. “Não há a menor possibilidade de faltar seringas”, garantiu.

Bolsonaro reforçou que o fracasso do processo de licitação para a compra de agulhas e seringas ocorreu devido ao alto custo dos materiais. “Se nós tivéssemos comprado, iriam estar nos acusando de superfaturamento e que estaríamos recebendo propina”, avaliou.

O ministro ainda rebateu as críticas de que o Brasil estaria atrasado no início da imunização contra a covid-19. “Nós estamos montando o maior plano de vacinação do mundo, que começa nos próximos 45 dias, podendo ser nos próximos 20”, observou ele. “Temos que lembrar que o Brasil tem 210 milhões de habitantes e um programa de vacinação efetivo necessita de 20 milhões ou 30 milhões de doses por mês”, completou o ministro.




ÚLTIMAS