Rio Branco,

Cinco em cada 100 acreanos já viraram estatística oficial nos boletins da Covid-19

Por ContilNet

A cada 100 acreanos, cinco já viraram estatística nos boletins da Covid-19 enquanto infectados. Nesta semana, o total de contaminações chegou a 46 mil em todo o estado, segundo a Secretaria de Saúde (Sesacre).

No entanto, o número real de infecções pelo novo coronavírus é maior que o oficial, pois, segundo cientistas, é grande a proporção de casos assintomáticos ou de pessoas que tiveram apenas sinais leves da doença e, por isso, não fizeram a testagem.

No início da pandemia, o secretário de Saúde Alysson Bestene chegou a dizer que o plano de contingência, criado pelo governo naquele momento, trabalha com a perspectiva de que não mais que 10% da população do Acre venha a ser infectada pelo vírus.

As projeções em relação aos assintomáticos variam de estudo a estudo. Em maio, o site do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) informou que 1/3 dos contaminados não apresentam sintomas.

A Universidade Federal de Pelotas (RS) também fez um estudo e concluiu que os casos assintomáticos ficam em torno de 9% entre o universo real de infectados. Já a Universidade de Bern, na Suíça, disse, em agosto, que pessoas sem sintomas podem chegar a 20%.

Os três estudos não levem em conta casos leves que se confundem com gripe e resfriado e deixam de ser testados.

Em todo o Acre, a pandemia já matou mais de 850 pessoas em dez meses.




ÚLTIMAS