Rio Branco,

Brasil registra 1.242 novas mortes por covid-19

Por DW

O Brasil registrou oficialmente 63.430 novos casos confirmados de covid-19 e 1.242 mortes ligadas à doença nesta terça-feira (05/01), segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde. É o maior número de mortes registrado em 24 horas desde o dia 25 de agosto de 2020.

Com isso, o total de infecções identificadas no país subiu para 7.873.830, enquanto os óbitos chegam a 198.974. O Conass não divulga número de recuperados. Na sexta-feira, o Ministério da Saúde apontou que 7.036.530 pacientes se recuperaram da doença.

Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.

A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes está em 94,4 no Brasil, a 21ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino e Andorra.

Em números absolutos, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 21 milhões de casos, e da Índia, com 10,3 milhões. Mas é o segundo em número absoluto de mortos, já que mais de 357 mil pessoas morreram nos EUA.

Ao todo, mais de 87 milhões de pessoas já contraíram o coronavírus no mundo, e 1,88 milhão de pacientes morreram em decorrência da doença.

 




ÚLTIMAS