Rio Branco,

Acidente aéreo mata 4 jogadores e presidente do Palmas-TO

Quatro atletas e o presidente do clube Palmas Futebol e Regatas morreram em um acidente aéreo

Por NA MARCA DA CAL

O avião particular caiu após a decolagem e explodiu, na manhã deste domingo (23), em Porto Nacional (TO). O piloto da aeronave também morreu na hora.

A assessoria do Palmas Futebol e Regatas informou que o presidente do time, Lucas Meira, e quatro jogadores estavam na aeronave.

Os atletas são Lucas Praxedes, de 23 anos; Guilherme Noé, de 28 anos; Ranule, de 27 anos; e Marcus Molinari, de 23. O piloto foi identificado apenas como comandante Wagner. Todos morreram.

A aeronave particular, modelo BE58 Baron, decolou de uma pista da Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no distrito de Luzimangues, e caiu logo em seguida, em um matagal. No acidente, o avião se partiu e explodiu.

A equipe enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde em Goiânia. A partida estava programada para esta segunda-feira (25). O Vila Nova emitiu nota lamentando o acidente e informando que vai colaborar para o adiamento da partida.

Confira a nota na íntegra do Palmas FR:

“O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde.

O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes.

Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar”

Confira a nota do Vila Nova:

“O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano.”

PRESIDENTE TENTOU CARREIRA NA POLÍTICA

Lucas Meira, natural de Goiânia, morava em Palmas desde 2007, quando ingressou no curso de Agronomia na Faculdade Católica do Tocantins.

Lucas era empreendedor social, atuou como presidente conselheiro da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) nos últimos anos, desenvolvendo projetos de formação e acesso ao primeiro emprego para jovens de Palmas e de todo o País.

Além da ligação com o esporte, era um grande entusiasta da tecnologia, atuando em startups de educação e mobilidade.

No ano passado, Lucas chegou a ser aprovado em convenção para ser o candidato do DEM a vice-prefeito de Cinthia Ribeiro (PSDB), mas acabou desistindo por conta de polêmicas envolvendo processos judiciais de que era alvo em Goiânia.




ÚLTIMAS