Rio Branco,

‘Papai Noel’ espalha o coronavírus em asilo, e 18 idosos morrem

Por Extra

Ao menos 18 residentes de um asilo morreram de Covid-19 depois da visita de um Papai Noel infectado com o coronavírus.

As fotos mostram o homem fantasiado – que não sabia que estava infectado com o coronavírus – posando com idosos residentes no início de dezembro.

O número de mortos desde o evento imprudente tem aumentado na casa de saúde Hemelrijck, localizada em Mol (Bélgica), relata a emissora VRT.

Mais cinco residentes morreram na véspera e no dia de Natal. É relatado que cerca de 121 residentes e 36 funcionários foram infectados no surto local.

O Papai Noel, vestido com os trajes tradicionais de São Nicolau, e os seus assistentes caracterizados como Zwarte Piet, um personagem frequentemente rotulado de racista por usar o rosto negro, foram fotografados confraternizando com os residentes usando máscaras. Alguns moradores do asilo, entretanto, estavam sem a proteção facial. Além disso, havia pouca ventilação no local do encontro.

A equipe da casa de saúde esperava que o Papai Noel aumentasse o moral entre os residentes e, segundo informações da TV, ele não se sentiu mal antes da visita.

A gerência da casa disse que o Papai Noel e seu ajudante são terapeutas que também tiveram acesso aos residentes em outras ocasiões.

 




ÚLTIMAS