Rio Branco,

Influencer de vida saudável sofre AVC e perde movimentos: “Coisa mais horrível da vida”

Por G1

A influencer Fernanda Ferreira, de 40 anos, que compartilhava sua rotina de exercícios e vida saudável nas redes sociais, hoje relata sua recuperação após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Surpreendida pela situação, a moradora de Santos, no litoral paulista, passou um mês internada. “Foi a coisa mais horrível da vida”, desabafou em entrevista ao G1.

Fernanda conta que o AVC foi causado por uma pressão alta desconhecida, além do colesterol acima do indicado. “Eu acordei em um sábado normal, com um pouco de dor de cabeça. Decidi ir ao banheiro e cai. Liguei para a minha vizinha, porque não consegui mais levantar”, relembra.

Ela foi encaminhada a um hospital, onde passou cinco dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros 25 internada na enfermaria. A influenciadora, acostumada a se exercitar frequentemente, se viu impossibilitada de continuar com essa rotina após o AVC. “O tempo no hospital já foi um preparatório para a nova realidade, que seria totalmente diferente”, descreve Fernanda.

O acidente vascular cerebral deixou a influencer sem andar e com o lado esquerdo do corpo completamente paralisado. Com muita fisioterapia, trabalho com fonoaudióloga, psicóloga e nutricionista, em alguns meses Fernanda voltou a recuperar parte dos movimentos, recuperar a fala e se sentir melhor.

“O AVC te tira movimentos do corpo, te deixa incapaz de realizar suas atividades, e isso me deixou muito deprimida. Ver que é possível recuperar sua vida foi muito bom”, comenta Fernanda.

Há quatro meses, ela segue em processo de recuperação para tentar retomar a vida e normalizar sua rotina. Até lá, ela precisa de muito trabalho e determinação, o que exige esforço e atenção total aos exercícios. “Cada dia é uma vitória. Agora, é viver um dia de cada vez”, diz a influenciadora, que já conseguiu retomar parte dos movimentos.

“Não desejo isso a ninguém, então, o que eu puder ajudar, sempre vou. Eu tinha pressão alta e não sabia, estava com colesterol alto, também, e não fazia exames, a não quer que estivesse muito mal. Por isso, a importância da prevenção, sempre”, explica Fernanda, que hoje utiliza as redes sociais para compartilhar seu processo de recuperação e inspirar quem estiver passando por algo parecido.




ÚLTIMAS