Rio Branco,

Helicóptero do governo voltará a operar em breve na segurança e saúde das regiões fronteiriças do Acre

Dois helicópteros

Por Agência Acre

O governador Gladson Cameli esteve no hangar da empresa Líder no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, vistoriando o helicóptero Esquilo B2 do Estado. A aeronave está em manutenção e deverá voltar a operar no Acre em janeiro de 2021. Assim, o governo terá dois helicópteros para prestar serviços à população. Um ficará baseado na capital e o outro em Cruzeiro do Sul, para atender o Vale do Juruá.

O governador Gladson disse que o helicóptero precisa de uma revisão periódica. “Aqui a gente está vendo a aeronave toda desmontada e sairá daqui nova. É como se tivesse saindo da fábrica. Todos os equipamentos estão sendo trocados. Com ela, vamos atender todos os municípios fronteiriços, o Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e ao Samu. Já temos um convênio com a Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas) nesse sentido”, salientou o governador.

Segundo Cameli, o investimento nessa aeronave terá retorno social garantido e significará uma economia de despesas para o Estado com a contratação de empresas aéreas para realizar serviços essenciais.

O coronel Paulo César, secretário de Segurança, explicou que a aeronave é fruto de uma intervenção do governo do Estado junto ao Ministério da Justiça. Ela foi doada depois de ter sido apreendida por ser usada no narcotráfico.

“Depois da manutenção que está sendo feita, a aeronave será utilizada nas ações de combate ao narconegócio como também no apoio de combate aos crimes ambientais e socorro às vítimas de atendimento emergencial de saúde”, explicou o secretário.

“A região Norte do país tem uma fronteira imensa com outros países e temos dificuldades em alugar um helicóptero sem falar no preço abusivo que alguns praticam. Por isso, estamos valorizando o que é da população”, disse ele.

A previsão é de que em 60 dias, no máximo, o helicóptero esteja pronto para voar.

“Depois que terminar todo o serviço de manutenção e cumprirmos os trâmites burocráticos acredito que em janeiro essa aeronave estará em operação no Acre”, previu Cameli.

Samir Rogério, piloto de helicóptero da Ciopaer, ressaltou a importância do governo ter mais um helicóptero em operação.

“Essa aeronave suprirá uma necessidade de cobertura aérea na região do Juruá. O governador quer dar a mesma atenção para aquela área que tem na Capital. Esse helicóptero vai facilitar os resgates nas regiões isoladas. Dará um apoio para as áreas de saúde e segurança pública de toda aquela região”, afirmou o piloto.




ÚLTIMAS