Rio Branco,

Governo do Acre celebra os 138 anos de Rio Branco com respeito pelo povo e investimentos

PARABÉNS, RIO BRANCO!

Por Agência Acre

Com mais de oito mil quilômetros quadrados e uma população de mais de 407 mil habitantes, a capital do Acre, Rio Branco, completa 138 anos de existência nesta segunda-feira, 28. Ainda que considerada jovem, a cidade segue seus desafios diários, mas também segue sendo acolhedora e uma beleza no meio da Amazônia, sempre na esperança de dias melhores.

Fundada em 28 de dezembro de 1882, quando o seringalista Neutel Maia chegou à região pelas margens do Rio Acre e fundou o que seria o seringal Volta da Empreza, ela rapidamente passou a ser um importante porto comercial, depois se chamando Penápolis e por fim ganhando o nome de Rio Branco, em homenagem a José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco.

Cortada pelo Rio Acre e marcada por inúmeros pontos turísticos como o Mercado Velho, o Palácio Rio Branco, o Memorial dos Autonomistas, a Praça da Revolução, o Parque do Tucumã e o Calçadão da Gameleira com seu imponente mastro junto a uma gigantesca bandeira do Acre, Rio Branco é um espaço admirado por muitos no centro da floresta amazônica, maior floresta tropical do planeta.

Mesmo natural de Cruzeiro do Sul, o governador Gladson Cameli sempre revelou seu carinho e admiração pela capital acreana. Em seu mandato, não abriu mão de parcerias com a prefeita Socorro Neri em importantes projetos de infraestrutura e já garantiu ao prefeito eleito Tião Bocalom mãos dadas pelo desenvolvimento da capital.

Só este ano, o governador Gladson Cameli autorizou na capital as obras de ampliação do Pronto-Socorro, a revitalização da Concha Acústica, obras de saneamento em diversos bairros e a Operação Força Máxima, com o objetivo de fomentar a economia e promover a geração de emprego e renda, mesmo durante a pandemia de Covid-19.

Dentre as obras que estão em diversas etapas diferentes e executadas em Rio Branco estão a ampliação das dependências da Policlínica da Polícia Militar, construção da primeira etapa do Centro Comunitário na Cidade do Povo, construção de quadra no Núcleo Estadual de Tecnologia Assistiva (Neta), reforma do Teatro Plácido de Castro, urbanização na região do bairro Conquista e também a recuperação de rodovias.




ÚLTIMAS