7 dezembro 2021 12:38 am
23.3 C
Rio Branco
7 dezembro 2021 12:38 am

Governador visita abrigos e entrega cestas básicas no município de Tarauacá

Ajuda

Agência de Notícias do Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

O governador do estado do Acre, Gladson Cameli, visitou na tarde desta terça-feira, 29, os dois abrigos preparados para a população atingida pela cheia do rio, no município de Tarauacá. Ele também andou pelos locais alagados e fiscalizou ruas recém asfaltadas.

O governador do estado do Acre, Gladson Cameli, visitou na tarde desta terça-feira, 29, os dois abrigos preparados para a população atingida pela cheia do rio, no município de Tarauacá Foto: Jean Lopes/Seinfra

Na ocasião, Gladson entregou 100 cestas básicas aos desabrigados e manifestou solidariedade à população atingida. “As fortes chuvas dos últimos dias deixaram famílias desabrigadas e a nossa ida foi para marcar a presença do Estado, para que não percamos tempo, pois nós estamos falando de pessoas desabrigadas, vidas, seres humanos”, disse.

Um total de 100 cestas básicas foram entregues aos desabrigados Foto: Cedida

Durante a agenda, o governador foi acompanhado pela prefeita do município, Marilete Vitorino, a prefeita eleita, Maria Lucinéia, o comandante do Corpo de Bombeiros do Acre, coronel Carlos Batista, e o chefe da Casa Militar coronel Amarildo Camargo.

Autoridades do município acompanharam a ação Foto: Cedida

Uma notícia positiva, é que o rio Tarauacá já apresenta sinais de vazante. Cameli alertou que, de acordo com as previsões, 2021 será um ano de muita chuva em que outros municípios podem ter as mesmas situações de alagamentos por que passa Tarauacá.

Prevenção

Já em Cruzeiro do Sul, o chefe do executivo destacou que o Estado já possui um planejamento para atuação em casos de alagamentos. “Ontem mesmo, em Rio Branco, eu me reuni com toda a nossa equipe para fazer um planejamento para as possíveis enchentes que poderão vir, tanto na capital quanto nos municípios do interior. Eu irei ficar aqui até a passagem de ano, mas acompanhando todos os municípios do nosso estado. O que nós precisamos não é esperar acontecer, é prevenir, deixar tudo pronto para que, caso necessite, possamos tomar as providências”, afirmou.

Avaliação

Numa breve avaliação de 2020, o governador destacou o estado transparente com a criação de uma Ouvidoria, além de critérios para a contratação de cargos comissionados. “30% dos cargos, vão ser por análise curricular, para que possamos valorizar o emprego que a pessoa está tendo no momento e que nos ajude a fazer a máquina girar”, disse.

Sobre as obras, ele destacou que a maior obra do atual governo é utilizar o que o estado tem, diminuir as despesas e economizar. “Se eu não tivesse feito isso, nós estaríamos no vermelho. Você sabe quanto é que eu vou ter em caixa no dia 1º? Mais de R$ 280 milhões em conta corrente e não é recurso que vem de fora. É dinheiro do tesouro que foi arrecadado, economizado, vigiado”, afirmou.

Reforma Administrativa

Quanto ao debate sobre a Reforma Administrativa do Estado, Cameli lembrou que esta foi motivada pela necessidade de diminuição das despesas com pessoal, diante de notificação feita pelo Tribunal de Contas ainda em abril.

“Não era porque eu tinha aumentado a estrutura do estado, mas porque eu estou pagando todas as contas do governo passado e elas entram como despesas do atual governo. Isso aumentou e eu fiquei acima da Lei de Responsabilidade Fiscal. E isso me impede de receber qualquer recurso e fazer qualquer renegociação com os bancos”, ressaltou o governador.

Vacina contra Covid-19

Ao ser perguntado sobre a vacina contra a Covid-19, Gladson Cameli afirmou que o Estado está preparado para comprar e transportar as doses até o Acre. “Eu já montei todo um planejamento de logística. Dia 5 de janeiro a Azul começa a voar para Cruzeiro do Sul, com um voo de carga. Isso é uma ação em que a própria Azul, junto com a Gol, disse que iria fazer os transportes grátis. Mas para não correr risco, estamos prontos para comprar e para buscar”, disse.

O governado ainda alertou a população: “vocês estão vendo o aumento do número de casos. Nós estamos tomando todas as providências e o que eu quero é a cooperação e a colaboração da população, porque a Covid-19 não passou e as pessoas tem que nós ajudar. Pararem com a politização e pensem no ser humano que mais precisa. Só sabe o que é a Covid-19 quem já pegou e eu não desejo isso para ninguém”.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Após fala de Bolsonaro, Petrobras diz que não há decisão sobre reajuste de combustível

Fato relevante publicado pela estatal vem após o presidente Jair Bolsonaro dizer que a empresa anunciaria uma redução de preço de combustíveis

Dilma desmente boato sobre doença e posta foto de bike: “Eu e a minha embolia”

Assessoria da petista também soltou nota em que rechaçou fake news

ÚLTIMAS NOTÍCIAS