Rio Branco,

aaa

Estudo que aponta redução do pênis como possível sequela da covid repercute nas redes

Revista Fórum
- Publicidade-

A plataforma MedRxiv publicou neste domingo (27) um estudo que indicaria algumas das possíveis sequelas a longo prazo provocadas pela covid-19 (infecção causada pelo coronavírus SARS-CoV-2) em pacientes curados da doença.

A investigação, que teria contado com a análise de mais de 3 mil casos em 56 países diferentes, teve grande repercussão no mundo todo, especialmente devido a uma de suas afirmações: que a diminuição do pênis seria uma das possíveis sequelas para os homens.

Na verdade, os números nem são tão graves assim. Apenas 3% dos homens analisados teriam sofrido uma diminuição da sua genitália. Foram muito mais os que demonstraram algum tipo de disfunção sexual: 15%.

Entre as mulheres, os problemas de disfunção sexual foram observados em 8% dos casos. A principal consequência foram os problemas menstruais, que afetaram 36% das pacientes.

O estudo teria sido realizado entre os meses de abril e novembro. No entanto, cabe destacar que as publicações da plataforma MedRxiv não contam com revisão por pares, como estudos publicados em revistas científicas.

 

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img