Rio Branco,

Brasil registra mais 1.092 mortes por Covid-19, maior número desde junho

Por CNN Brasil

Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

Movimento na região do Saara, no centro do Rio de Janeiro, em meio a pandemia da Covid-19Foto: Ellan Lustosa/Código19/Estadão Conteúdo (15.dez.2020)

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (17) mais 1.092 mortes por Covid-19 —o maior aumento diário desde 27 de junho, quando 1.109 novos óbitos foram registrados.

Ao todo, 184.827 brasileiros morreram vítimas da doença causada pelo novo coronavírus.

Também foram acrescentados mais 69.826 casos, levando o total a 7.110.434.

Nesta quarta (16), quando o país registrou o maior número de casos desde o início da pandemia, o estado de São Paulo não atualizou os dados, citando problemas técnicos no sistema do Ministério da Saúde.

Os números de hoje contemplam todos os estados.

Nesta quinta, o STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria pela obrigatoriedade da vacinação contra Covid-19. O ministro da Corte Ricardo Lewandowski também autorizou que estados e municípios comprem vacinas autorizadas por países estrangeiros caso a Anvisa demore a analisar registro.

Na cidade de Búzios, a Justiça determinou um banimento temporário para turistas e exigiu a restrição das atividades comerciais e de lazer, após aumento de 1.400% em dois meses na média de casos.

 




ÚLTIMAS