Rio Branco,

aaa

Acre termina novembro com saldo positivo na geração de empregos, mas construção perde 126 postos

G1 AC
- Publicidade-

O Acre terminou o mês passado com saldo positivo na geração de empregos. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nessa quarta-feira (23), o estado abriu 787 novos postos de trabalho em novembro.

Esse resultado é a diferença entre as contratações e as demissões. Em novembro, o estado registrou 2.336 contratações e 1.549 demissões.

Mesmo com o saldo positivo, o setor da construção perdeu 126 postos de emprego no mês passado.

O setor de comércio contabilizou 598 novos postos, em seguida o de serviços aparece com 323, puxando a alta. Das pessoas contratadas, 1.421 foram homens e 915 mulheres. A maioria tem entre 18 a 24 anos com ensino médio completo.

Saldo do Caged em novembro no AC por setor
-28-28
598598
-126-126
2020
323323
Agropecuária
Comércio
Construção
Indústria
Serviços
0
-250
250
500
750

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

Os mais afetados com os desligamentos também foram os empregados da faixa etária de 18 a 24 anos com ensino médio completo.

De janeiro a novembro deste ano, houve a geração de 4.552 empregos com carteira assinada. No acumulado do ano, foi registrada geração de 25.784 postos de trabalho e 21.232 desligamentos.

Região Norte
A Região Norte acumula geração de 68.095 novas vagas no ano. Pelo sexto mês seguido, o número de contratações foi maior que o de demissões na região norte.

O saldo de empregos com carteira assinada em novembro é positivo em 16.187 vagas. Pará e Amazonas lideraram a abertura de oportunidades. Roraima, Rondônia e Tocantins tiveram números bem próximos entre si. Acre e Amapá também registraram geração de vagas no mês.

Com o resultado de novembro o Norte acumula em 2020, a geração de 68 mil empregos com carteira assinada, já descontadas as vagas fechadas no início da pandemia.

Entre os fatores que explicam o bom resultado da região, está a quantidade de acordos feitos por empregadores com o governo federal por meio do programa emergencial de manutenção do emprego e da renda, que evitou demissões.

O programa permitiu reduzir a jornada ou suspender temporariamente contratos de trabalhadores que, em compensação, receberam parcelas integrais ou parciais do seguro-desemprego. No Acre, foram celebrados 38.705 e em toda Região Norte foram 636 mil acordos.

Para 2021, o Ministério da Economia ainda estuda a viabilidade de uma nova prorrogação desse programa.

No Brasil
O Brasil gerou 414.556 empregos com carteira assinada em novembro. De acordo com o Ministério da Economia, o número de empregos formais criados em novembro de 2020 foi o maior de toda série histórica, que teve início em 1992. Em novembro do ano passado, foram abertas 99.232 vagas formais.

Em novembro, o país registrou:

1.532.189 contratações
1.117.633 demissões
Esse também foi o quinto mês seguido de geração de empregos com carteira assinada, segundo os dados do ministério. Em outubro deste ano, foram gerados 394.989 postos.

 

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img