Rio Branco,

aaa

A dura vida dos três irmãos deficientes do Acre que não tem nada para comer

Ac24Horas
- Publicidade-

A história é comovente. Gabriel Almeida Domingos, 24 anos, Rafael Almeida Domingos, 25, e Lucas Almeida Domingos, 20, são irmãos e moram juntos no Loteamento Copacabana, na região do Xavier Maia, em Rio Branco.

Seria uma história comum se não fosse por um detalhe. Os três são especiais. O destino fez com que os três ficassem sozinhos na mesma casa. A mãe, morreu em 2015. No próximo dia 9 de janeiro vai completar um ano que o pai também faleceu.

Dos três irmãos, dois são completamente dependentes. Portadores de necessidades especiais, apresentando deficiência intelectual e física, Rafael e Lucas não conseguem sair de casa sozinhos e precisam da ajuda do irmão para as tarefas mais simples. O mais velho, inclusive, usa fraldas para fazer as necessidades fisiológicas.

Gabriel, que também é deficiente, foi obrigado, após a morte do pai, a assumir todos os cuidados com os irmãos. “Eu sou o melhor, mas não sou totalmente bom da cabeça. Eu esqueço das coisas muito fácil. Desde que o meu pai morreu tudo ficou complicado demais”, conta Gabriel.

O jovem conta como é sua rotina e fala das dificuldades que é sua vida ao cuidar dos irmãos. “Vai fazer um ano que eu não sei o que é sair sozinho. Eu não posso deixar eles só. Eu não posso arrumar uma namorada. Se um dia eu casar, vou ter que arrumar uma mulher que aceite meus irmãos do jeito que eles são”, conta.

Ao ser perguntado se algum dia já pensou em desistir dos irmãos, Gabriel conta com lágrimas nos olhos a promessa que fez antes que o pai morresse. “Eu já pensei. Principalmente por causa do Lucas que é mais difícil. Mas não faço. Antes do meu pai morrer eu prometi que jamais iria abandonar meus irmãos e vou cumprir a promessa”.

Os três adolescentes sobrevivem com o benefício social que apenas um deles recebe. O recurso é insuficiente para comprar tudo que precisam. Falta comida, fralda, produtos de limpeza, assistência médica e social.

A residência onde os três moram está praticamente destruída. Com poucos móveis, o acesso à casa está completamente comprometido, precisando ser refeita.

O ac24horas foi conhecer de perto a realidade dos três jovens (confira o vídeo abaixo).

Contando com a solidariedade de seus leitores, que surge com mais força ainda nesta época do ano, decidimos realizar uma campanha de doação de alimentos, materiais de higiene e construção para fazer o Natal dos irmãos mais feliz.

Quem quiser contribuir, pode entrar em contato pelo número 68 99936-8674 (ligação e whatsapp).

- Publicidade-

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img