Assessoria da acreana Raissa Barbosa vai processar Juliano Ceglia, e fala sobre vídeo íntimo vazado | Ecos da Notícia
Siga-nos

Rio Branco,

Assessoria da acreana Raissa Barbosa vai processar Juliano Ceglia, e fala sobre vídeo íntimo vazado

Metrópoles

A assessoria de imprensa da acreana Raissa Barbosa informou, nesta quarta-feira (30/9), por meio de comunicado que a participante pretende processar Juliano Ceglia, um de seus colegas de A Fazenda 12. Na madrugada, após a votação da Roça, o jornalista partiu para cima da peoa, a insultando diversas vezes.

“A assessoria de imprensa da participante de A Fazenda Raissa Barbosa enviará para o seu departamento jurídico um pedido para avaliação da propositura de processo contra o participante Juliano Ceglia, devido às atitudes e palavras difamatórias proferidas em rede nacional, conforme vídeos publicados em diversos perfis no Instagram”, diz o comunicado enviado ao Metrópoles.

A modelo pegou um creme hidratante e jogou em Cartolouco, Biel e Juliano. Stéfani Bays, na tentativa de conter a amiga, correu em direção de Raissa, pedindo para ela parar e tirando a modelo da sala, mas já era tarde. A moça já havia dado “um banho” de creme nos colegas de confinamento.

Pouco depois, Juliano saiu furioso e foi em direção ao quarto e chutou a porta. “Eu não vou te bater”, rapidamente a imagem sumiu. Não se sabe o que aconteceu de fato após isso.

Vídeo íntimo

A assessoria de imprensa de Raissa Barbosa também afirmou que o vazamento do vídeo íntimo da ex-vice Miss Bumbum faz parte de uma “campanha abusiva, ilegal e difamatória”.

“Ademais, a assessoria confirma que a modelo vem sendo vítima de uma “campanha” abusiva, ilegal e difamatória, tendo em vista que a mesma teve vídeos íntimos “roubados” de uma plataforma e divulgados criminalmente nas redes sociais. Tal conduta é prática criminosa nos termos dos artigos 139, 140 e 154-A do Código Penal Brasileiro. Repudiamos toda e qualquer forma de difamação que seja feita contra a participante Raissa Barbosa. Tudo será investigado e as medidas cabíveis serão tomadas”, conclui o comunicado.

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.