Bandidos invadem festa de criança, matam homem a tiros e deixam 4 feridos na Baixada da Sobral - Ecos da Notícia
Siga-nos

Rio Branco,

Bandidos invadem festa de criança, matam homem a tiros e deixam 4 feridos na Baixada da Sobral

Ithamar Souza, Ecos da Notícia

Foto: Ithamar Souza/Ecos da Notícia | Arquivo pessoal

Wenderson Miranda de Farias, de 27 anos, foi morto com quatro tiros, na noite deste domingo (13), na Travessa da Hosana Carneiro, no Bairro João Eduardo 2, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco. Na mesma ação, Francisco Diego Tavares de Oliveira, 31 anos, Thiago, de 27 anos, uma menina de 8 anos e um adolescente de 14 foram baleados.

Segundo informações da polícia, as vítimas participavam de uma festa infantil em uma residência, quando bandidos que estavam em um carro modelo Gol de cor branco chegaram no local e invadiram o evento. Os criminosos estavam fortemente armados e efetuaram vários disparos de forma aleatória. Quatro pessoas ficaram atingidas inicialmente.

Ao perceber a ação dos criminosos, Wenderson tentou fugir do local, mas os bandidos seguiram atirando contra o homem, que foi atingido por 3 tiros nas costas e 1 na cabeça. Em seguida, os criminosos fugiram do local.

Após ser acionado e chegar no local, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atestou somente óbito a Wenderson e socorreu Francisco, que foi encaminhado ao pronto-socorro com um tiro na perna direta em estado estável. As outras vítimas foram socorridas por terceiros e levadas também ao PS.

Francisco e a menina de 8 anos dando entrada no PS (Foto: Ithamar Souza/Ecos da Notícia)

O corpo de Wenderson foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização de exames. A família da vítima disse que Wenderson completaria 28 anos no dia 16 deste mês.

Policiais militares tentaram procurar pelos autores do crime, mas nenhum suspeito foi encontrado. A polícia não soube informar a motivação do crime.

O caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.