27 outubro 2021 3:23 am
21.3 C
Rio Branco
27 outubro 2021 3:23 am

Sesacre vai apurar denúncia contra servidora que comentou estupro de criança

Decisão

Notícias da Hora
- Publicidade-

A servidora Noeli Jucundo Andrade, que trabalha no Pronto Socorro de Rio Branco, será investigada administrativamente após a polêmica envolvendo comentários que seriam dela nas redes sociais acerca do caso da menina de 10 anos que engravidou o dia e precisou fazer um aborto autorizado pela justiça do Espírito Santo.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), pontou que “já está apurando denúncia sobre manifestação indecorosa de uma servidora da unidade, nas redes sociais”, e que destacou que “comentários publicados em páginas pessoais não refletem o posicionamento da instituição”, diz a nota.

Segundo a Sesacre, a instituição “repudia todo e qualquer ato de agressão contra a dignidade humana”, ao tempo em que “as denúncias sobre o caso estão sendo recebidas pela Ouvidoria do PS e serão devidamente apuradas, sendo sujeitas a medidas administrativas”, destacoa o órgão estadual.

O suporto perfil de Noeli, ao comentar sobre o caso, disse que a criança gostava de ser abusada sexualmente pelo tio, e pontuou que a menina, que apenas depois de grávida contou à mãe sobre os estupros, sentia prazer ao ser molestada pelo próprio tio. O caso repercutiu nacionalmente na imprensa e as declarações que seriam de Noeli Andrade geraram também polêmica porque ela trabalha numa unidade pública de saúde.

“Não é julgamento, é opinião própria. Em quatro anos ela gostou, porque se calou, tanto a inocentinha que tanto vocês falam, e a família dela, por que só vieram abrir a boca quando ela engravidou, foi tão estupro que ela gozou durante 4 anos, só parou de gozar para assassinar um inocente que ela mesma gerou”, disse o perfil que seria da servidora pública.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS