25 outubro 2021 9:41 pm
21.3 C
Rio Branco
25 outubro 2021 9:41 pm

Megaoperação da PF mira integrantes do PCC que lavavam dinheiro no Acre; R$ 252 milhões foram bloqueados

Operação Policial

Notícias da Hora
- Publicidade-

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta segunda-feira, dia 31, mandados de prisão, busca e apreensão no Acre, durante a segunda fase da Operação Caixa Forte, que investiga crimes de lavagem de dinheiro praticados pela facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), aliado do grupo local Bonde dos 13, que atuam no tráfico de drogas.

Em todo o Brasil, a operação acontece em 20 estados e cumpre mais de 600 mandados. O Paraná é o estado com maior número de mandados. No Acre são cumpridos oito mandados judiciais, e as viaturas da Polícia Federal saíram cedo da sede do órgão. Também foram bloqueados cerca de R$ 252 milhões em contas ligadas ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

A polícia investiga lavagem de dinheiro e pagamento de valores mensais a membros do grupo que estão presos que ocuparam cargos de relevância na organização criminosa ou executado missões determinadas pelos líderes do grupo como, por exemplo, execuções de servidores públicos.

Segundo a PF, esta é a maior operação da corporação em número de estados, mandados e valores apreendidos. Só em um endereço, em Santos, no litoral de São Paulo, agentes encontraram R$ 2 milhões e US$ 730 mil em espécie.

INVESTIGADOS – Entre os alvos estão integrantes do PCC, familiares e outras pessoas responsáveis por lavar dinheiro para a organização. A operação é realizada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Minas Gerais (FICCO), composta por PF, Polícia Civil de Minas Gerais, Polícia Rodoviária Federal e Departamento Penitenciário Nacional (Depen) de MG e Federal.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS