25 outubro 2021 8:58 pm
21.3 C
Rio Branco
25 outubro 2021 8:58 pm

Levantamento do Detran-AC aponta avenidas onde mais ocorrem acidentes em Rio Branco

Acidentes

G1 Acre
- Publicidade-

Três grandes avenidas da capital acreana, Rio Branco, foram consideradas as mais perigosas e registram o maior número de acidentes de trânsito. Um levantamento feito pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC) aponta que a Avenida Nações Unidas é a que tem a maior incidência de acidentes.

Além dela, as outras duas mais perigosas são Avenida Ceará e Via Chico Mendes, no Segundo Distrito. O relatório leva em consideração apenas os primeiros seis meses deste ano.

Além disso, o estudo aponta que o horário em que os acidentes ocorrem com mais frequência é o período da tarde, de acordo com o presidente do Detran-AC, Luiz Fernando Duarte.

“Normalmente são nas avenidas onde tem maior tráfego de veículos e as estatísticas apontam que esses acidentes ocorrem mais no horário da tarde, no período entre 16 horas e 17 horas.

O presidente pontuou que com esses dados, o órgão pode usar essas informações para fazer as operações de trânsito e minimizar essas situações nessas avenidas.

Duarte disse que algumas medidas educativas devem ser retomadas pelo Detran-AC para tentar reduzir o número de acidentes de trânsito no estado, principalmente nas avenidas mais perigosas.

“Nós vamos, já essa semana, fazer uma reunião com o Batalhão de Trânsito e os órgãos que envolvem as demais entidades de trânsito em Rio Branco para a gente, pouco a pouco, ir retomando essas operações na cidade. Operações pontuais nas avenidas onde mais acontecem acidentes”, acrescentou.

Redução

O presidente do Detran-AC informou ainda que o número de acidentes com vítimas fatais caiu 25% no estado. No primeiro semestre de 2019, foram 19 vítimas fatais, e no mesmo período deste ano foram 12.

“Essa redução podemos atribuir à questão da pandemia [do novo coronavírus], o isolamento social, o rodízio de veículos, quando com certeza tiveram menos veículos circulando em nossa cidade”, pontuou.

Acidentes

Entre os acidentes registrados recentemente nestas avenidas mais perigosas, está o do motociclista Denilson Sales da Cunha, de 22 anos, que sofreu um grave acidente de moto, no dia 11 de julho, na Avenida Nações Unidas. Ele ainda foi levado para o hospital, mas, morreu depois de quatro dias no pronto-socorro.

Um adolescente de 13 anos morreu ao ter a cabeça esmagada por um poste, após um acidente de trânsito. A motorista do veículo teria perdido o controle do carro e batido no poste, que caiu com a força da batida. O acidente ocorreu no dia 15 de março, na Via Chico Mendes, nas proximidades da Arena Acreana, em Rio Branco.

E um dos casos mais recentes, ocorreu na última semana. Não foi em uma das avenidas consideradas mais perigosas, mas resultou na morte de Jonhliane de Souza, de 30 anos, no último dia 6 de agosto. Ela ia para o trabalho quando foi atropelada por Ícaro José da Silva Pinto que dirigia uma BMW em alta velocidade. A suspeita é que ele participava de um racha.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS