23 outubro 2021 3:47 am
26.3 C
Rio Branco
23 outubro 2021 3:47 am

Fundhacre é notificada após denúncia de qualidade de EPI´s fornecidos a profissionais e ambientes sem climatização

Notificação

G1 Acre
- Publicidade-

A Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre) foi notificada pelo Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) após o órgão receber uma carta dos profissionais de saúde falando da precariedade e insuficiência de condições de trabalho na unidade.

Dentre os problemas apontados pelos trabalhadores estão a ausência de ambiente climatizado que ofereça conforto aos pacientes e profissionais e a baixa qualidade dos Equipamentos de Segurança Individual (EPI´s) que são ofertados aos funcionários.

No documento, o CRM-AC pediu que a Fundhacre tome providências e ofereça melhores condições de trabalho na unidade de saúde. O órgão notificou ainda o Ministério Público do Trabalho (MPT) para ciência da situação.

Direção diz que está solucionando problemas

Ao G1, o presidente da Fundhacre, coronel Argemiro Pereira dos Santos, disse que a unidade já foi notificada e que já estão sendo tomadas providências para solucionar os problemas apontados pelo CRM-AC.

“Em relação à questão da climatização, lá são muitos ares-condicionados, têm aproximadamente 500, o prédio é muito grande, temos uma equipe de manutenção que trabalha direto e, nesse calor, estamos sempre fazendo substituições, troca de peças. Esses últimos dias fez muito calor, o sistema às vezes não aguenta, aí os equipamentos acabam apresentando problemas, mas essa questão já está sendo solucionada, inclusive já conversamos com os profissionais para informar sobre as soluções que estão sendo tomadas”, afirmou.

Sobre a questão dos EPI´s, Santos disse que os profissionais recebem os equipamentos diariamente e que há uma preocupação para que eles fiquem devidamente protegidos.

“Estamos tentando fornecer todos os equipamentos de proteção adequados até por causa da pandemia. Temos conversado com eles [funcionários] para colocar a nossa situação, não tem como resolver todos os problemas de uma vez só, é muita coisa, mas queremos, no decorrer de até um mês, tentar resolver todos os problemas. Os mais críticos já estamos resolvendo de imediato”, garantiu.

- Publicidade-
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS