26 janeiro 2022 1:11 am
23.3 C
Rio Branco
26 janeiro 2022 1:11 am

Setores cresceram seu comércio eletrônico em mais de 600% durante a pandemia

Estatística

Ac24horas
-------- Continua depois da Publicidade--------

Você já ouviu falar em e-commerce? É um termo em inglês que significa comércio eletrônico. É a modalidade de comércio onde as transações financeiras são realizadas por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas, como computadores e celulares.

No mundo dos negócios há uma frase que diz que toda crise, gera uma oportunidade. Em meio a tantas notícias de demissões e fechamentos de comércios, diversos setores aproveitam a pandemia para investir no comércio eletrônico e estão faturando alto.

Com as restrições de circulação impostas por decretos e a orientação para que as pessoas promovam o isolamento social como forma de evitar ainda mais o crescimento da pandemia, os negócios eletrônicos dispararam.

Uma pesquisa da e-commerce Brasil mostra uma liderança surpreendente. O maior crescimento de vendas eletrônicas durante a pandemia não foi de gêneros alimentícios como se esperava, mas de brinquedos, com um crescimento de 643%.

“Devido ao grande numero de instituições educacionais fechadas, o aumento de compra de brinquedos aumentaram. São pais que buscam entreter seus filhos com a compra de brinquedos”, diz o publicitário Rodrigo Pires.

Como ninguém pode deixar de comer, os supermercados vêm na segunda posição com um crescimento nas vendas eletrônicas de mais de 400%.

Um dos setores mais atingidos com os decretos pelo Brasil afora de só permitir que funcionem serviços considerados de primeira necessidade foi as academias. A alternativa de fazer exercícios em lugares abertos tem sido coibida para evitar aglomeração. Resta à quem quer continuar cuidando da saúde física a aquisição de artigos esportivos. O crescimento nesse setor foi de 187,90%.

Farmácias, com 74,7%, games online com 58,45% e as entregas com 55,66% completam os setores com maior crescimento de comércio eletrônico.

Alguns especialistas apontam que esse tipo de compras pode permanecer em alta após a pandemia, já que é prático e as pessoas podem durante este período se habituarem a comprar itens do dia a dia de forma online.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS