21 janeiro 2022 2:29 am
22.3 C
Rio Branco
21 janeiro 2022 2:29 am

Presidente de bairro na Baixada avisa que escolas serão usadas para hospedar venezuelanos

Ithamar Souza, Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

O presidente do Bairro Aeroporto Velho, José Adenilson, conhecido como Negão da Baixada, fez uma live no seu perfil no Facebook, na manhã deste sábado (23), para avisar aos moradores a presença de venezuelanos nas ruas do bairro e em escolas da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

O presidente se disse muito surpreso com a determinação do Ministério Público Estado do Acre e o Governo do Acre, em disponibilizar as Escolas Flaviano Flávio Batista de Melo e a Escola Áurea Pires Monte de Souza para abrigar cerca de 80 imigrantes venezuelanos, sendo que cada escola ficará responsável por abrigar 40 pessoas, servindo café da manhã, almoço e janta, com servidores a disposição para atender as necessidades dos acolhidos.

Ele alerta que os venezuelanos têm a cultura de pedir ajuda de casa em casa, e solicita que a comunidade que os receba, bem. Segundo o presidente, ele não concorda com esta decisão, mas não pode fazer mais nada, porque foi avisado pouco tempo depois e apenas cobrou que as escolas fossem reformadas após a saída dos imigrantes, que está prevista para 60 dias.

José ainda lamentou que os diretores das escolas não possam fazer mais nada, apenas cumprir a determinação da Secretária de Estado de Educação que impôs essa ordem aos gestores. Ainda lembrou que a Escola Flaviano aguardou há cerca de 18 anos para ser reformada e que pode ficar danificada após hospedar os venezuelanos.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Procon fiscaliza farmácias e laboratórios para avaliar preços dos testes de covid-19

A operação faz parte dos esforços o Sistema Estadual de Defesa do Consumidor no enfrentamento da covid-19, tendo a Seccional da OAB solicitado, por meio da Comissão de Defesa do Consumidor, a ação do instituto para advertir aos laboratórios particulares quanto à disparidade de preços cobrados nos testes, alguns com valores exorbitantes.
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS