Rio Branco,

Mulher baleada no AC ao ser perseguida por ex passa por cirurgia na cabeça e está na UTI

Recuperação

Por G1 AC 

Jacicleia de Castro Vieira, de 39 anos,que levou dois tiros na última sexta-feira (22) ao ser perseguida enquanto dirigia seu carro, passou por cirurgia na cabeça e está em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do pronto-socorro de Rio Branco.

A informação foi confirmada ao G1, nesta terça-feira (26), pelo diretor da unidade, Areski Peniche. Ainda segundo a direção, a vítima da tentativa de homicídio não tem previsão para passar por novos procedimentos.

O principal suspeito é o ex-companheiro de Jacicleia. A mulher retornava da cidade de Senador Guiomard em seu carro com um outro homem de 31 anos, quando percebeu que estava sendo seguida. Segundo o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), ela resolveu não entrar na rua do bairro, como de costume para tentar despistar.

Em seguida, viu que não estava mais sendo acompanhada, resolveu retornar e entrar na Rua Monte Sinai. Foi quando ela voltou a ser seguida por um táxi. Quem estava no veículo, segundo foi informado à polícia, era o ex-companheiro da vítima.

Ao conseguir deixar o carro ao lado do de Jocicleia, o homem deu três disparos de arma de fogo, sendo que dois atingiram a mulher e um pegou de raspão no rapaz que estava com ela.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). Segundo a Polícia Civil, o inquérito foi instaurado e as investigações estão bastante avançadas e logo devem ser concluídas. Não foi informado o que pode ter motivado o crime. O ex-companheiro da vítima não foi preso até esta terça-feira (26).




ÚLTIMAS