18 janeiro 2022 2:50 pm
32.3 C
Rio Branco
18 janeiro 2022 2:50 pm

Empresário calcula prejuízo de R$ 500 mil após incêndio atingir depósito de mercantil

Prejuízo

G1
-------- Continua depois da Publicidade--------

O incêndio que atingiu um mercantil no bairro João Alves na tarde dessa terça-feira (5) em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, causou um prejuízo de cerca de R$ 500 mil. É o que calcula o empresário Clodomir Matos, que ainda não consegue acreditar no que aconteceu.

As chamas atingiram o depósito do mercantil, que fica no subsolo. No local, segundo o empresário, tinha cerca de 9 toneladas de mercadoria e equipamentos. Além dos produtos, Matos afirmou que também teve prejuízo com a estrutura do estabelecimento.

Logo no começo do incêndio, cerca de 15 pessoas estavam dentro do estabelecimento. O prédio foi evacuado, mas o fogo atingiu grande parte da edificação, que mede aproximadamente 680 m².

“Eu tinha dado uma saída, mas, assim que minha esposa ligou dizendo que tinha escutado um estouro e a luz tinha apagado eu corri para lá. Ainda não conseguimos ver direito como está o depósito, está muito escuro, mas calculamos aí entre R$ 400 mil a R$ 500 mil de prejuízo. Estamos agora aguardando um engenheiro que vai fazer uma avaliação aqui com relação ao prédio”, contou Matos.

O mercantil, que tem 17 funcionários, deve ficar fechado por pelo menos dois dias. “Estamos muito tristes com a situação, mas a gente vai ver o que pode ser feito, vamos trabalhar. Ainda bem que não morreu ninguém. Vamos abrir só quando tivermos certeza de que está tudo certo, por conta da segurança”, disse.

Incêndio e combate
O Corpo de Bombeiros da cidade levou seis horas para conter o incêndio de grande proporção. No total, 45 homens estavam na ação e dois tiveram que ter atendimento médico por inalar fumaça.

Entre combate e rescaldo, a ocorrência seguiu até às 22h30 de terça. Ao todo, 90 mil litros de água foram usados no combate. O comandante do batalhão na cidade, capitão José Oliveira, disse que a dificuldade foi porque o fogo iniciou no subsolo do mercantil.

“Aconteceu em um local confinado, que é o subsolo, onde funcionava o depósito. Foram três viaturas dos bombeiros, três caminhões-pipa. O Samu atendeu dois militares que tiveram dificuldades para respirar por inalar fumaça, mas nada grave. As causas do incêndio são indeterminadas e será necessária uma perícia para determinar”, disse.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS