21 janeiro 2022 6:15 pm
28.3 C
Rio Branco
21 janeiro 2022 6:15 pm

Prefeitura de Rio Branco realiza mutirão e monitora pontos da cidade após chuva

Departamento de comunicação da PMRB
-------- Continua depois da Publicidade--------

Desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 15, a Prefeitura de Rio Branco, por meio das secretarias de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra) e de Zeladoria da Cidade, está trabalhando na limpeza das ruas e avenidas da capital, em decorrência das águas das chuvas. De acordo com coronel George Santos, coordenador da Defesa Civil Municipal, choveu 60 milímetros, quando o esperado para todo mês de abril é menos de 200 milímetros.

A Secretaria de Zeladoria da Cidade realiza vistorias e ações preventivas para evitar alagamentos. Os serviços de monitoramento buscam garantir o escoamento das águas pluviais e impedir que os materiais sólidos retidos causem transtornos.


As equipes de limpeza estão realizando intervenções nos bairros Bahia Nova, Habitasa, Bosque e Boa Vista, em galerias e córregos, conhecidos como “rota das chuvas”, para fazerem a desobstrução. “Áreas de canais de concreto, canais naturais e galerias, além de bueiros e bocas de lobo situados em vários bairros de Rio Branco estão sendo monitoradas”, esclarece Kellyton Carvalho, secretário da Zeladoria.


Ele explicou que a orientação da prefeita Socorro Neri é para fortalecer as ações e, assim, manter os bairros, praças, áreas verdes e galerias limpos.

“Quando a chuva cai, o pessoal da limpeza ou um técnico da Zeladoria percorre os pontos suscetíveis a alagamentos inconstantes ou alguma outra intercorrência. Nosso principal objetivo é diminuir os transtornos”, disse Kellyton.


Na zona central da cidade ocorreu um deslocamento de solo numa área comercial, conhecida como Calçadão Raimundo Escócio. Técnicos da Seinfra realizaram levantamentos preliminares e estão monitorado o espaço.
“Aqui é uma área de movimentação e, desde o ano passado, nós estamos acompanhando. Quando ocorre essas fissuras em função da cheia e da seca do rio, aí entremos com material de reposição de solo até chegar ao ponto que vai estabilizar”, disse Marcos Vinícius, secretário-adjunto da Seinfra.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS