6 dezembro 2021 3:05 am
23.3 C
Rio Branco
6 dezembro 2021 3:05 am

Polícia Civil age rápido e recupera cerca de R$50 mil após furto a loja

Juruá em Tempo
-------- Continua depois da Publicidade--------

 

Na manhã desta segunda-feira (06), a Polícia Civil de Cruzeiro do Sul, por intermédio dos Agentes da Equipe de Roubos e Furtos, aprenderam diversos aparelhos eletrônicos, celulares e cerca de R$2.500,00, que foram furtados da loja Americanas, localizada no centro de Cruzeiro do Sul.

Segundo o Delegado Lindomar Ventura, os Policiais Civis, tão logo foram comunicados deste grande furto, onde criminosos arrombaram uma parede lateral da loja, fazendo um buraco por onde furtaram diversos objetos, dinheiro e equipamentos.

Após ter conhecimento dos fatos, a Polícia Civil iniciou uma série de investigações e conseguiram identificar a residência onde estava escondido os produtos. Após a identificação do local, os agentes realizaram a abordagem na residência dos criminosos, e conseguiram localizar o material furtado que estava escondido em diversas partes da casa.

De acordo com o delegado os criminosos perceberam a aproximação policial e conseguiram se evadir, no entanto, uma mulher foi presa na residência e está sendo interrogada neste momento.

“Foi o resultado de um trabalho excelente que nossa Equipe de Combate a Roubos e Furtos, trabalhou cirurgicamente e conseguiu recuperar boa parte dos bens. As investigações continuam e a Polícia Civil, mesmo com todas as cautelas que esta Pandemia exige, continua trabalhando, investigando e prendendo pessoas que insistem em se envolver ou praticar crimes no Vale do Juruá”, finalizou o delegado.

O número exato ainda não foi divulgado pela Polícia Civil. As investigações continuam em andamento.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Projeto que propõe musical com Papai Noel gay em Rio Branco pode ser barrado pela prefeitura

Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, chegou a se manifestar contra a iniciativa, que foi aprovada pela FGB no último dia 26. Musical ocorre há 12 anos e Conselho de Combate à Discriminação LGBT do Acre criticou posicionamento do gestor.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS