7 dezembro 2021 3:32 am
23.3 C
Rio Branco
7 dezembro 2021 3:32 am

Onyx pede apoio de governadores para “não matar o futuro do Brasil”

Correio Braziliense
-------- Continua depois da Publicidade--------

Oministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, deu respaldo ao discurso do presidente Jair Bolsonaro de que as medidas de isolamento social e de restrição de funcionamento do setor produtivo adotadas em alguns estados e municípios precisam ser reavaliadas. Para ele, é necessário “garantir que nós tenhamos presente, mas nós temos que garantir que tenhamos futuro, e o futuro não pode ser de miséria, não pode ser de fome, não pode ser de desemprego”.

“Trago, aqui o meu apoio ao presidente Jair Bolsonaro, na sua condição de líder da nação, de buscar fazer esse equilíbrio. Sei que é difícil, sei que é complexo, mas nós temos que buscar, não apenas o presidente, mas cada gestor em cada cidade do Brasil, cada governador da Federação tem que também participar desse esforço de proteger o Brasil no presente, mas não matar o nosso futuro”, afirmou Onyx, durante coletiva no Palácio do Planalto nesta terça-feira (14/4).
O ministro avaliou que, diante da pandemia de Covid-19 no país, Bolsonaro tem tido “sensibilidade” e um “olhar para todos, não apenas no presente, mas também no futuro”. De acordo com Onyx, o presidente “faz um posicionamento de equilibrar os cuidados e as prevenções na área da saúde com as questões de sobrevivência econômica”, pois ao mesmo tempo em que adota estratégias para fortalecer a atuação dos profissionais de saúde no enfrentamento à doença, ele pensa em medidas para minimizar os impactos na economia e na renda das famílias, como no auxílio emergencial de ao menos R$ 600 para trabalhadores informais e pessoas de baixa renda.
Dessa forma, segundo Onyx, Bolsonaro está certo em reclamar das medidas de distanciamento social. “(Bolsonaro) corretamente chama a atenção de prefeitos e governadores de que o Brasil também precisa olhar para o espectro e a onda da fome, da miséria e do desemprego. Cada um de nós aqui sabe, e cada gestor público também sabe, o quanto isso é complexo e é difícil. A busca do equilíbrio e da racionalidade é fundamental no atual momento”, frisou o ministro da Cidadania.
Onyx ainda acrescentou que é importante que os gestores municipais reflitam “até onde o Brasil enfrenta esta enfermidade e até onde vai o processo em que mais de 4,3 mil cidades brasileiras estão a milhares de quilômetros de um caso de coronavírus e elas sem atividade econômica”. “Me sinto no dever de fazer esse alerta porque acredito que é chegada a hora de se fazer uma reflexão sem paixão. Apenas a paixão pelo povo brasileiro, apenas a paixão de servir a sociedade brasileira”, explicou.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Após fala de Bolsonaro, Petrobras diz que não há decisão sobre reajuste de combustível

Fato relevante publicado pela estatal vem após o presidente Jair Bolsonaro dizer que a empresa anunciaria uma redução de preço de combustíveis

Dilma desmente boato sobre doença e posta foto de bike: “Eu e a minha embolia”

Assessoria da petista também soltou nota em que rechaçou fake news

ÚLTIMAS NOTÍCIAS