27 novembro 2021 9:47 am
25 C
Rio Branco
27 novembro 2021 9:47 am

Mundo ultrapassa marca de 400 mil recuperados da COVID-19, diz universidade

Reuters
Como base para seus dados, a Johns Hopkins conta com colaboradores que compilam boletins de órgãos de saúde nacionais sobre a evolução da doença.
-------- Continua depois da Publicidade--------

No inicio da madrugada deste domingo, a contagem da universidade americana registrou 404.031 pessoas curadas desde o início da doença — número puxado pela China, que, como primeiro país a registrar o vírus e com poucos novos casos de contágios locais, já soma 77.575 pacientes considerados curados do coronavírus.

Atualmente o governo chinês contabiliza 1.138 casos ativos (999 de grau leve ou médio e apenas 139 considerados graves). Outras 3.339 pessoas morreram no país por conta da doença desde o início do ano.

Na lista dos países com mais recuperados, em números totais, aparecem na sequência Espanha (59.109), Alemanha (57.400), Irã (41.947), Itália (32.534) e Estados Unidos (30.453).

No Brasil, a Johns Hopkins registra a ocorrência de 19.649 casos ativos de coronavírus (19.353 de pacientes em estado leve ou de média gravidade e 296 com casos considerados críticos).

A unversidade registra 1.140 mortes no país (16 a mais que as contabilizadas no últimobalanço do Ministério da Saúde) e 173 pacientes curados.

Para a Johns Hopkins, o mundo soma mais de 1,7 milhão de casos da doença, com mais de 108 mil mortes. Neste sábado, os Estados Unidos ultrapassaram a Itália e se tornaram o país com mais óbitos.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS