30 novembro 2021 9:42 am
24.3 C
Rio Branco
30 novembro 2021 9:42 am

Dnit nega pedido do governador do Acre para fechar rodovias federais para conter o novo coronavírus

Decisão

G1 AC
-------- Continua depois da Publicidade--------

Para tentar conter o avanço do novo coranavírus no Acre, o governador Gladson Cameli anunciou, nessa quinta-feira (9), que iria solicitar ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e ao comando do Exército o fechamento das BRs 364 e 317.

O anúncio foi feito durante uma reunião com o Ministério Público, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. Porém, a assessoria do governo informou ao G1, nesta sexta-feira (10), que o pedido foi negado pelo Dnit. A reportagem não conseguiu contato com a direção do Dnit no Acre.

A ideia, segundo o governador, era barrar a chegada do vírus nas regiões acreanas que ainda não registraram casos da doença, entre elas a região do Vale do Juruá.

“Vou solicitar ao Exército ainda hoje [quinta, 9], pois, mesmo que aqui não tenhamos casos, temos que prevenir e evitar a circulação de pessoas vindas de municípios que já têm casos. O objetivo é brecar a proliferação do vírus e faremos o que for preciso para resguardar vidas”, disse o governador.

A BR-364, assim como as demais entradas das cidades do Acre, contam com barreiras sanitárias para o monitoramento dos passageiros nas estradas. O trabalho é feito por equipes da Vigilância em Saúde do Estado, Vigilância Sanitária das cidades, com apoio do Exército e Polícia Militar.

“Eu falei que eu ia solicitar para prevenir a população do Juruá que interrompesse o tráfego nesse período agora do feriado. Mas, o próprio Dnit não autorizou, que é competência deles, e cabe a nós cumprir a parte que é competência do governador. Não houve esse entendimento, mas estamos tomando as medidas cabíveis para que não venha ocorrer qualquer transtorno para colocar a população em risco”, afirmou Cameli.

No último dia 20 de março, o governador chegou a enviar um pedido ao governo federal solicitando o fechamento dos aeroportos das cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

No mesmo dia, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que o fechamento de aeroportos não faria parte da estratégia do governo federal para enfrentar a crise gerada pela pandemia do coronavírus.

Covid-19 no Acre

Já são 62 casos confirmados de Covid-19 no Acre, segundo o último boletim da Secretaria de Saúde (Sesacre), divulgado nessa quinta (9). O número de recuperados também subiu e foi para 39 pessoas com alta médica, sendo assim 23 pessoas seguem em tratamento.

Dos casos, 48 são em Rio Branco, nove em Acrelândia, um no Bujari, três em Plácido de Castro e um em Porto Acre.

O Acre continua com duas mortes registradas. Antônia Holanda, de 79 anos, e Maria Lúcia Pismel de Paula, de 75, morreram na segunda (6) e terça-feira (9), respectivamente, por complicações após serem diagnosticadas com Covid-19.

Todos os casos confirmados estão sendo acompanhados de perto pela equipe da Vigilância Epidemiológica no âmbito estadual e municipal.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS