Rio Branco,

Bombeira militar acreana cria equipamento para ajudar em ocorrências de resgate e salvamento

Por Agência de Notícias do Acre

Com aproximadamente 600 chamadas mensais, diariamente, homens e mulheres do Corpo de Bombeiro enfrentam as mais diversas dificuldades para resgate e salvamento de animais. As situações vão desde a lugares de difícil acesso, à falta de um equipamento apropriado para o remanejamento da espécie, o que requer muitas das vezes esforço, paciência e criatividade do profissional.

Publicidade

Foi passando por essas e outras dificuldades ao longo de seus seis anos como Bombeira Militar que, a acreana Ruana Casas, criou o próprio equipamento funcional para ajudar no processo de resgate e salvamento, a princípio de animais, mas podendo ser também utilizado com a mesma eficácia em humanos. A invenção já está sendo usada pela corporação no estado, mas já ganhou o Brasil, ao ser apresentado em um seminário nacional, ocorrido neste mês de novembro, na cidade de São Luiz no Maranhão.

“O equipamento foi batizado como nome “Cespu Xavier de Salvamento”. Ele foi elaborado em forma de cesto com dois aros concêntricos, entremeados por uma rede específica, devidamente recapada por seções de tecidos, com assento acolchoado e fechamento superior. Quando o ser vivo for içado do ambiente, as cordas assumirão o formato de cesto, tornando o salvamento prático e seguro, tanto para o animal, quanto para o profissional que está utilizando a técnica”, explicou Ruana Casas.

militar já possui o depósito de patente da invenção e recebeu propostas de empresas para comercialização do equipamento. Até então o resgate, salvamento e contenção de animais eram feitos com os mesmos equipamentos utilizados em zoológicos. As opções não oferecem segurança e podem comprometer o estado de saúde do animal, dependendo da situação em que for encontrado.

P U B L I C I D A D E

“A utilização de um equipamento que possamos manipular e assegurar a integridade física do animal e do próprio profissional é de fundamental importância. Com o Cespu Xavier, o tempo gasto na ocorrência diminui e pode impedir o agravo de lesões, além de salvar vidas. A Invenção é aplicada em corporações do Corpo de Bombeiros e outros órgãos especializados, sendo a princípio para salvamento e resgate de animais, contudo, pode ter a mesma eficácia com humanos em diversas situações ou ambientes”, finalizou a militar.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade