Rio Branco,

Tratamento comum para artrose pode piorar doença, segundo estudo

Por Por R7.Com

Injeções de anti-inflamatórios e analgésicos são apontadas como fatores que aceleram degeneração das articulações, em vez de conter sua progressão

Publicidade

Um tratamento utilizado frequentemente em pacientes que sofrem de osteoartrite, conhecida também como artrose ou artrite degenerativa, no quadril e no joelho, pode não ser tão eficiente quanto se imaginava.

Um estudo publicado nesta semana no Jornal da Sociedade Radiológica da América do Norte sugere que injeções de corticosteroides e analgésicos podem fazer mais mal do que bem.

Esse tipo de medicamento é injetado para reduzir a inflamação e aliviar a dor nos pacientes.

Mas as doses, afirma a pesquisa, têm potencial de acelerar a progressão da osteoartrite e resultar até mesmo, no longo prazo, na necessidade de cirurgia para substituir a articulação afetada.

As injeções de SIGC [injeções intra-articulares de corticosteroides] são frequentemente realizadas para alívio da dor em pacientes com OA [osteoartrite] de joelho ou quadril. Relatórios e séries de casos recentes sugeriram que certas condições preexistentes (idade avançada, raça branca) podem aumentar o risco de um resultado conjunto negativo após a injeção do SIGC”, conclui o estudo, coordenado pelo médico Ali Guermazi, professor de radiologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Boston.

A equipe de Guermazi revisou a literatura médica sobre o tema e estudou 459 pacientes no Boston Medical Center. Desse total, 8% tiveram complicações após as injeções.

Entre os problemas relatados estão perda de cartilagem, fraturas por estresse, deterioração óssea e destruição das articulações, em um período de dois a 15 meses após receberem o medicamento.

O professor ressaltou, em entrevista à NBC News, que as injeções podem até aliviar a dor imediatamente, mas podem ser prejudiciais a longo prazo.

Entretanto, o médico admite a necessidade de estudos complementares para identificar de forma mais detalhada o custo x benefício desse tratamento para cada paciente.

Médicos norte-americanos destacam a importância de os pacientes saberem dos riscos e vantagens das injeções de corticosteroides para que tomem a decisão se fazem ou não o tratamento.

A oesteoartrite é uma doença crônica associada com lesões na cartilagem e tecidos circundantes e caracteriza-se por dor, rigidez e perda de função. É frequente em pessoas mais velhas, mas em algumas pessoas já se desenvolve a partir dos 40 anos, principalmente em mulheres.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade