Rio Branco,

Homem é obrigado a se ajoelhar para ser morto a tiros na frente de casa

Tribunal do Crime

Por Por Ithamar Souza, Redação Ecos da Notícia

Rafael Jardim do Nascimento, 24 anos, vulgo “Escobar”, morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo na noite deste domingo (20), na Rua Rio Tarauacá, no Conjunto Rui Lino 3, em Rio Branco.

Publicidade

 

Segundo informações de testemunhas, a vítima estava na frente de sua residência quando 4 homens chegaram em um carro modelo Polo, renderam Rafael e o obrigaram a se ajoelhar. O homem obedeceu e, em seguida, os criminosos efetuaram cerca de 3 tiros, acertando um na cabeça e dois no peito da vítima.

Após a ação, os criminosos fugiram, e populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas quando os socorristas chegaram no local, constataram que Rafael já estava sem vida.

A Polícia Militar também esteve no local e isolou a área para os trabalhos da perícia. Os militares ainda colheram informações e tentaram procurar pelos autores do crime na região, mas não encontraram eles até o momento.

Segundo informado à reportagem, Rafael é suspeito de ter atirado contra um homem identificado como Luan, durante uma festa na Estrada do Apolônio Sales, na madrugada de domingo. Luan morreu após dar entrada no pronto-socorro de Rio Branco. As informações ajudarão a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) a investigar o caso.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade