Adolescentes do Centro Socioeducativo Santa Juliana recebem curso profissionalizante

O recomeço é a oportunidade de encontrar a felicidade novamente, e é pensando exatamente nisso que o governo do Acre por meio do Instituto Socioeducativo (ISE), tem buscado parcerias que oferecem cursos profissionalizantes aos adolescentes internos, como uma forma de mostrar que é possível trilhar o caminho do bem e do trabalho digno.

Na tarde desta quinta-feira, 10, foi realizada a aula inaugural do curso de frentista/vendedor, oferecido pelo Senac a 15 internos do Centro Socioeducativo Santa Juliana Fotos: Cedidas

Na tarde desta quinta-feira, 10, foi realizada a aula inaugural do curso de frentista/vendedor, oferecido pelo Serviço de Aprendizagem Comercial (Senac) a 15 internos do Centro Socioeducativo Santa Juliana. Para o presidente do ISE, Rogério Silva, é um momento de alegria por ser o primeiro curso desta natureza a ser executado este ano.

“É mais uma conquista graças a essa parceria com o Senac, porque a gente entende a importância de tentarmos inserir esses adolescentes no mercado de trabalho, que faz parte do projeto de socioeeducação e o que almejamos é que esses jovens contemplados com o curso possam aproveitar bem a oportunidade”, destacou.

 

De acordo com a coordenadora da Unidade de Ensino Profissionalizante do Senac, Carlete Oliveira, o curso de frentista é um curso bastante procurado e que emprega muitas pessoas devido à grande rotatividade no mercado.

“Quando fomos procurados para fechar essa parceria e oferecer um curso para esse adolescentes, nós pensamos em algo que tivesse um valor empregatício. E o curso de frentista atende esse valor, tendo em vista que durante as aulas eles irão aprender tudo que envolve a profissão, desde o atendimento, operação financeira até o abastecimento, e com isso vão sair daqui um frentista completo”, explicou.

Para o adolescente David, de 18 anos, essa é uma oportunidade única e que deve ser bem aproveitada para que ele e seus colegas possam ter uma vida melhor. “Eu agradeço muito a oportunidade e fico feliz em saber que tem pessoas aqui dentro que olham por nós. Eu espero ser contratado ao final do curso pra continuar trabalhando e e dar o melhor pra minha mãe e que ela se orgulhe de mim”, finalizou. Com informações da Agência de Notícias Acre

 

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais