Prefeitura realiza 1º evento do Festival Cultura de Paz debate Empoderamento Negro

Com música, slam, capoeira e roda de conversa, a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), iniciou o Festival Cultura de Paz na noite de sexta-feira, 4, no Centro Cultural Lydia Hammes, debatendo o tema “Empoderamento Negro”.

 

O projeto conta com 10 eventos que serão divididos entre o Lydia Hammes, localizado no bairro Aeroporto Velho, e o Cacimbão da Capoeira, no Centro da cidade, nos meses de outubro e novembro. A iniciativa ainda tratará sobre os seguintes temas: Juventude, Povos da Floresta, Empoderamento da Mulher e Direitos LGBTQI+.

 

Proponente do projeto sobre Empoderamento Negro, Narjara Saab, também vocalista do grupo Moças do Samba, que se apresentou no local, conta como é ver a atividade em execução. “Esse tema para nós é muito importante, e é uma realização muito grande poder ver acontecendo. O Moças do Samba traz em seu show essa temática sobre religiões de matrizes africanas, e respeito à diferença e a religiosidade de cada um”, relata.

 

Além da apresentação do grupo, que também é formado por Carol Di Deus e Sandra Buh, outros artistas também abrilhantaram a noite: May Dourado e Matheus Britto, com o Slam (poesia falada), Capoeira com o grupo Senzala e bate-papo com Elza Lopes, do Departamento de Políticas para Igualdade Racial do Município, e Zé Luís, candomblecista e secretário executivo do Conselho de Políticas de Igualdade Racial.

“É muito bonito ver esse projeto tão importante que é o Cultura de Paz em execução, em um espaço tão importante de nossa cidade, que é o Centro Cultural Lydia Hammes. Trazer essas temáticas para um local afastado do centro, na baixada, é de muita importância para os moradores da região. A prefeita Socorro Neri vem trabalhando em políticas afirmativas e essa é mais uma ação que fomenta isso por meio da cultura”, destaca o presidente da FGB, Sérgio de Carvalho.

Sobre o projeto Cultura de Paz

Com patrocínio do Ministério da Cidadania e apoio via emenda parlamentar do ex-deputado federal Raimundo Angelim, o projeto visa promover 10 ocupações artísticas na cidade, discutindo cinco diferentes temáticas: Empoderamento Negro, Juventude, Empoderamento da Mulher, Povos Indígenas e Direitos LGBTQI+.

 

As atividades serão realizadas nos dias 11, 18 e 25 de outubro e 1º de novembro, no Centro Cultural Lydia Hammes, e 3, 10, 17 e 24 de novembro e 1º de dezembro, no Cacimbão da Capoeira.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais