Rio Branco,

Escola Rural desenvolve método de ensino da matemática

Métodos de aprendizagem

Por Por Agência de Notícia do Acre

Sudoku, jogo de damas, dominó, cartas numéricas, roleta das quatro estações, jogo mágico. O que isso tem a ver com o ensino da matemática? Para o professor Antônio Amarildo da Silva, tudo. E foi juntando esses e outros jogos que ele desenvolveu um novo método de ensinar a disciplina aos alunos.

Publicidade

Essa experiência culminou  com a 5ª feira de conhecimentos da Escola Rural Maria do Carmo Ramos, que foi realizada nesta sexta-feira, 27. A escola fica localizada no km 20 do ramal Linha Nova, no município do Bujari. Chegar a localidade pode ser um sacrifício para muitos devido às condições do ramal, mas não para os alunos, que mostraram interesse e disposição em aprender a nova metodologia.

Antônio é professor da escola e o coordenador da feira. Explica que a ideia em realizar uma atividade voltada para a disciplina de matemática foi da professora Marileuza Martins, gestora da escola. “Nossa ideia foi mostrar como é possível ensinar a disciplina de forma prática”, disse.

“Esses jogos ajudam no processo de ensino-aprendizagem porque mexem com o raciocínio lógico dos alunos, tornando, inclusive a matemática uma disciplina mais interessante e mais simples de se aprender”, explicou.

Ele tem razão. Que o diga a estudante Miriam de Souza Diniz, que está no terceiro ano do ensino médio. Ela conta que tinha dificuldade para aprender a disciplina, mas a partir das atividades desenvolvidas na feira, está aprendendo mais. “Esses trabalhos nos ajudaram a quebrar o mito de que a matemática é uma disciplina chata”.

Seu colega de trabalho é o Welliton Silva de Souza. Ele não gosta muito da disciplina, mas não nega que as atividades ajudaram muito a compreender melhor o conteúdo que é aplicado pelo professor em sala de aula. “Tem ajudado muito em nossos estudos”, comenta.

Uma das maiores incentivadoras da feira é a professora Marileuza Martins. “A gente percebia que o pessoal tinha muita dificuldade na aprendizagem dos conteúdos de matemática, então resolvemos, esse ano, fazer uma feira voltada somente para os jogos matemáticos”, explicou.

A Escola Maria do Carmo Ramos existe há 18 anos e atende mais de 240 alunos de diversos locais de ramais da região, como o Antônio das Tintas, o Samaúma, o Cedro, o Duas Irmãs, o Gevan e o Bilola.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade