Venezuela acusa Peru de xenofobia contra imigrantes

Comunicado emitido pelo ministro das Relações Exteriores venezuelano condenou vídeo que mostra venezuelana sendo espancada na rua à noite

  • governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro ,

    acusou autoridades peruanas no domingo (29) de fomentarem a xenofobia contra a grande população de venezuelanos exilados, após uma série de incidentes de aparentes maus tratos de imigrantes.

    A crise econômica que a Venezuela atravessa na gestão do líder de esquerda Maduro levou vários milhões de pessoas a fugirem para o exterior nos últimos anos, e mais de 850 mil delas foram parar no Peru.

    Mas a atitude inicialmente acolhedora de toda a América do Sul com os venezuelanos azedou em meio a acusações de que eles provocam crimes, abarrotam o mercado de trabalho e sobrecarregam os serviços sociais.

    O clima parece particularmente tenso no Peru, onde vídeos circulando nas redes sociais nos últimos dias parecem mostrar uma jovem venezuelana sendo espancada na rua à noite, um ambulante se queixando de assédio da polícia e panfletos exigindo a saída dos imigrantes.

  • “Estes são atos vergonhosos e desumanos, permitidos ou cometidos pelas autoridades governamentais peruanas e incentivados por campanhas de ódio contra os venezuelanos”, disse o governo Maduro em um comunicado emitido pelo ministro das Relações Exteriores, Jorge Arreaza.

Você pode gostar

Mais Notícias
Ver Mais