Connect with us

política

Gladson Cameli solicita e Azul anuncia retorno de voos para o Acre

Publicado

em

Pedido do governador foi atendido pela empresa, que vai operar jatos de última geração da brasileira Embraer, em Rio Branco e Cruzeiro do Sul

A Azul Linhas Aéreas vai voltar a operar no Acre, segundo anunciou nesta quinta-feira, 12, o governador Gladson Cameli. O retorno dos voos da empresa, conhecida pela prática do low-fare, low-cost, de baixo custo, foi intermediado por interlocutores de Cameli com o proprietário da empresa, David Neeleman, em São José dos Campos.

Nesta quinta, a Azul recebeu o seu primeiro jato regional Embraer E195-E2, de um total de 51 aeronaves que serão adquiridas pela companhia, na cidade paulista que é sede da fábrica.

“Estamos felizes de retornar para o Acre e, sobretudo, oferecendo uma aeronave que é estado-da-arte hoje no mercado”, afirmou John Rodgerson, presidente da Azul, por telefone à Agência de Notícias do Acre.

Para o governador Gladson Cameli, que encontra-se na Alemanha em compromissos governamentais, a entrada de mais uma companhia aérea, respondendo a um pedido seu, garante mais uma opção de voar com qualidade a um preço justo.

“O retorno da Azul vai permitir ampliar o leque de destinos não só desde Rio Branco, mas também para Cruzeiro do Sul, já que ela também vai operar lá. Estou imensamente agradecido por isso”, ressaltou o governador, desde a Europa por meio de aplicativo de comunicação.

Um dos interlocutores para que a empresa correspondesse à solicitação de Gladson Cameli foi o consultor Irlan Silva. Ele diz que a companhia já tinha feito um levantamento econômico da viabilidade de um voo ligando o sudeste a Porto Velho, Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

“Embora, economicamente não seja ainda uma rota de alta rentabilidade, hoje precisávamos desse gesto da empresa como um ato de confiança no novo governo. É um ato que simboliza a renovação à qual tanto os acreanos anseiam”, disse Silva.

A ideia, segundo Irlan Silva, é impulsionar o desenvolvimento regional, inclusive ligando as cidades peruanas de Cusco, Porto Maldonado, Pucallpa e a capital, Lima, ao Acre e a Rondônia, no futuro.

O Embraer E195-E2 é o maior avião comercial já produzido pela fabricante brasileira, com capacidade para até 146 passageiros. A aeronave oferece uma economia de 25% no combustível por assento, o que garante à Azul aumentar suas rotas. Outro diferencial é que, a partir de janeiro, todos os aviões deixarão a fábrica já com conexão de internet a bordo. O E195 ganhou também novas poltronas, telas maiores, carregador USB e mais espaço para bagagem de mão.

Propaganda

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2019 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.