Rio Branco,

Rio Branco registra 94 arrastões em ônibus este ano; motoristas planejam paralisação

Acre

Por Por juruá em tempo

Segundo dados da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Rbtrans), só este ano já foram registrados 94 arrastões em ônibus, sendo que quatro assaltos ocorreram neste final de semana.

Publicidade

Quem precisa de transporte coletivo para trabalhar ou estudar sofre todos os dias com medo de ser assaltado dentro do ônibus. A situação não é diferente para os motoristas. Um motorista, vítima de criminosos, registrou o boletim de ocorrência logo após a ação neste final de semana.

Segundo o motorista, que preferiu não ter a identidade revelada, o criminoso se passou por passageiro e, ao entrar no veículo, anunciou o assalto. Na ação, o ladrão roubou R$ 112 do caixa do ônibus e cerca de R$ 90 do motorista.

“Quando ele subiu, já arrastou a arma e disse que era um assalto. Pegou o dinheiro e levou embora. Você sai de casa e não sabe se volta”, desabafou.

O presidente do Sindicato dos Motoristas, Francisco Leite Marinho, afirma que toda a categoria está preocupada com a falta de segurança o interior dos veículos. Ele revela que irá convocar assembleia geral e não descarta uma paralisação de protesto.

“Temos ido em todos os lugares, entrado com ofício, pedido reunião, já fizemos de tudo. A única coisa que falta é parar os ônibus. Temos que tomar uma decisão, vou ter que convocar o pessoal. Temos que fazer alguma coisa, paralisar pelo menos por uma ou duas horas, porque a situação está difícil. Está todo mundo muito assustado. A situação é muito séria”, relatou.

Rbtrans pede reforço na segurança

O superintendente da Rbtrans, Anastácio Marinho, explica que em março deste ano houve uma reunião com representantes do sistema de transporte e da secretaria de Segurança. Logo em seguida, o número de ações dentro dos veículos aumentou, fazendo reduzir o índice de assaltos.

“Montamos uma estratégica para tentar minimizar esses transtornos e, a partir daí, reduziu. Mas no momento em que as operações diminuíram as ações voltaram a crescer”.

Marinho reconhece que a segurança dentro dos ônibus também é responsabilidade do Município, mas destaca que os crimes ocorrem diariamente dentro e fora dos ônibus, em toda cidade.

“A Rbtrans não está fora dessa obrigação de tentar encontrar soluções para segurança no interior dos veículos. Mas essas são ações que implicam diretamente na segurança pública. Precisamos entender que os assaltos, furtos e roubos, não estão acontecendo somente no interior dos ônibus, mas em toda a cidade”.

Ainda segundo o superintendente, na última sexta-feira, 5, a Rbtrans encaminhou um ofício com o número de ocorrências registradas este ano. Fato este que deixou em alerta a equipe de segurança.

“Já no fim de semana a polícia iniciou as operações nas linhas de ônibus, tentando reduzir esses índices. Tanto em março como na sexta, nós mandamos imagens das ações no interior dos ônibus. Com relação as imagens de março, houveram prisões de grupos que estavam praticando ações em linhas específicas. Esperamos que com as imagens encaminhadas na sexta, o sistema de segurança possa identificar e prender essas pessoas”.

Gazeta


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade